ENTREGAS
Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

Pelo oitavo ano, servidores da ALMS participam de campanha do Hemosul

Objetivo é reforçar o estoque destinado a todos que necessitam de transfusão

29 AGO 2016
Da Redação/ALMS
18h14min
Foto: Aline Kraemer

Servidores da Assembleia Legislativa foram ao Hemosul para doar sangue nesta segunda-feira (29/8). É o oitavo ano da parceria entre os órgãos, com o objetivo de reforçar o estoque destinado a todos que necessitam de transfusão. "É um gesto extremamente importante por parte de quem se dispõe a doar e que ajuda muito, porque o Hemosul sempre tem uma demanda significativa", afirmou a servidora Ignez Stephanini, que acompanhou o grupo de doadores que foi ao Hemosul pela manhã. Entre eles, Getúlio Barbosa fez questão de participar da ação. "Sou doador há aproximadamente 30 anos e considero muito importante ajudarmos", disse. E a servidora Elizana Souza Benitez Bobadilha complementou "é importante ajudar quem precisa e por isso hoje eu sou doadora assídua", destacou.

"Fico feliz pela participação dos servidores do Legislativo e pelo gesto de amor ao próximo porque constantemente nós precisamos das doações", declarou a coordenadora geral da Hemorrede, Marli Vavas. De acordo com a coordenadora são necessárias, no mínimo, 140 bolsas de sangue por dia para atender à demanda de todo o Estado. Os doadores precisam ter entre 18 e 69 anos, ou 16 e 17 anos, desde que acompanhados por responsáveis, pesar 55 kg ou mais e estar bem alimentados. O doador faz um cadastro e passa por triagem médica. A coleta dura 10 minutos, em média, e, após a doação, é servido lanche ao doador. A cada doação são coletados aproximadamente 450 ml de sangue o que representa menos de 10% do volume total de um adulto.

Os servidores da Casa de Leis também puderam se cadastrar no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) para tornarem-se doadores de medula óssea, o que aumenta as chances de encontrar doadores compatíveis com os pacientes. Para ser doador de medula óssea é necessário no momento da doação colher 5 ml do sangue e preencher um formulário. Após o sangue será tipado por exame de histocompatibilidade (HLA), que é um teste laboratorial para identificar as caracterísiticas genéticas do doador. Saiba mais no site oficial do Hemosul.

Veja também