Menu
sábado, 08 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Cidade Morena

Policial civil é o primeiro a ser julgado pela execução por engano de Matheus Xavier

Vladenilson Olmedo nega as acusações

12 julho 2020 - 09h30Por Thiago de Souza

Processo que investiga a execução do estudante de direito, Matheus Coutinho Xavier, 20 anos, em 9 de abril de 2019, chegou à fase das alegações finais. O primeiro a receber a sentença deve ser o policial civil Vladenilson Daniel Olmedo. 

Conforme o processo e seguindo a ordem, o Ministério Público Estadual apresentou as alegações finais e, em seguida, a defesa do policial, comandada pelo advogado Alexandre Barros Padilhas. 

Segundo denúncia do MPE, Olmedo era tido como homem de confiança dos líderes do grupo de extermínio e responsável por articular pistoleiros, conseguir as armas e monitorar os passos da vítima. O objetivo da quadrilha, na verdade, era matar o pai do estudante, o policial Paulo Roberto Teixeira Xavier, que na época do crime, estava na condição de inimigo da família Name. 

Matheus foi confundido com o pai e acabou fuzilado em 2019. (Foto: Repórter Top)

No entanto, diz a defesa, a acusação contra Vladenilson é fraca e estaria baseada somente no depoimento de uma informante. Neste caso, o advogado sustentou que informantes em um processo não têm obrigação de dizer a verdade, ao passo que testemunhas só devem falar a verdade. 

Barros explica que o depoimento da informante ficou comprometido, já que Vladenilson e a mulher tinham relação profissional e sugeriu também que esta teria intenções amorosas como o réu. Ao não ser correspondia, a informante passou a ter ódio de Vladenilson, o que prejudica o depoimento dela. 

A informante, segue a defesa, teria dito na fase policial que se encontrou com Vlad no apartamento dela, onde o policial teria pedido informações sobre Paulo Xavier. No entanto, na fase judicial, a mulher teria dito que o encontro foi no escritório dela. 

O réu e defesa sustentam que esse encontrou nunca ocorreu e Vladenilson não precisaria pedir informações sobre Paulo Xavier, já que o conhecia há vários anos. 

Atualmente, Vladenilson está no Presídio Federal em Mossoró (RN) e pode receber a sentença a qualquer momento. O processo sofreu atrasos em razão da pandemia da covid-19, além de desmembramentos e adiamento de audiências. 

Leia Também

Imaginação: sem amiguinhos da escola, festa de aniversário ganha convidados de vários reinos
Algo mais
Imaginação: sem amiguinhos da escola, festa de aniversário ganha convidados de vários reinos
Campeonato Paulista: Palmeiras ganha título do Corinthians nos pênaltis
Geral
Campeonato Paulista: Palmeiras ganha título do Corinthians nos pênaltis
Obras de recapeamento continuaram neste sábado na Capital
Cidade Morena
Obras de recapeamento continuaram neste sábado na Capital
Lembra deles? The Fevers celebram Dia dos Pais em live hoje
Geral
Lembra deles? The Fevers celebram Dia dos Pais em live hoje