Menu
quinta, 05 de agosto de 2021
Cidade Morena

Por 4x3, jurados absolvem tenente-coronel que matou marido PM em Campo Grande

Maioria acatou tese dos advogados da policial, de crime em legítima defesa

23 junho 2021 - 21h44Por Thiago de Souza

A tenente-coronel da Polícia Militar, Itamara Romeiro Nogueira, foi absolvida da acusação de assassinar o marido, Valdeni Lopes Nogueira, em julho de 2016, em Campo Grande. A decisão dos jurados foi por 4x3. 

O júri popular ocorreu nesta quarta-feira (23), na 2ª Vara do Tribunal do Júri, em Campo Grande e presidido pelo juiz Aluízio Pereira dos Santos. 

O Ministério Público Estadual denunciou Itamara por homicídio doloso, com agravante de a vítima ser o esposo dela. 

Os advogados da ré sustentaram que a oficial da PM agiu em legítima defesa, além do reconhecimento do privilégio de cometer o crime diante de violenta emoção, além da ‘’injusta provocação da vítima consistente em provocações e ameaças’’. 

Na decisão, o magistrado destacou que deixa de declarar o confisco da pistola usada no crime, em razão de ser armamento oficial do Estado. 

Versões

As famílias de Valdeni e Itamara, que viviam um casamento conturbado, trocaram acusações desde o dia do crime. Uma das reclamações dos parentes de Valdeni foi que a policial atirou no então marido por trás.  

O crime

Conforme a denúncia do Ministério Público Estadual, a policial atirou no marido com a pistola que usava na Polícia Militar, na garagem da residência deles, no dia 12 de julho de 2016. Ela alegou que os dois estavam em casa e  discutiram por conta de uma viagem.  A vítima teria agredido a policial fisicamente. Em dado momento, na versão dela, ele foi até o carro pegar a arma para atingi-la, por isso atirou em legítima defesa.

Conforme mostram laudos da perícia, um dos tiros atingiu a vítima pelas costas, o que no entendimento do MPE não caracteriza legítima defesa.  Após os tiros, a policial acionou o socorro, mas o então esposo morreu na Santa Casa.

Itamara foi presa em flagrante e no dia seguinte ficou presa preventivamente. No dia 19 de julho a acusada conseguiu a liberdade, mas com medidas cautelares.
 

Leia Também

Campo-grandense ganha R$ 4 milhões na Lotomania
Cidade Morena
Campo-grandense ganha R$ 4 milhões na Lotomania
Homem faz vídeochamada e mostra pênis para vendedora em Campo Grande
Polícia
Homem faz vídeochamada e mostra pênis para vendedora em Campo Grande
E agora Barroso? Documento diz que TSE identificou invasão de urnas em 2018
Geral
E agora Barroso? Documento diz que TSE identificou invasão de urnas em 2018
Alguém viu a Elisiane? Mulher de 39 anos não é vista desde domingo
Interior
Alguém viu a Elisiane? Mulher de 39 anos não é vista desde domingo