Menu
Busca sexta, 06 de dezembro de 2019
Cidade Morena

Prefeito vistoria obras do Reviva Campo Grande no Centro

Em agosto, chuva causou interrupção de alguns serviços do cronograma

28 agosto 2018 - 13h53Por PMCG

O prefeito Marquinhos Trad, na manhã desta terça-feira (28) vistoriou as obras do Reviva Campo Grande, no trecho compreendido da Rua 14 de Julho entre a Rua 26 de Agosto e a Avenida Fernando Correa da Costa.

No setor vistoriado o prefeito contatou que as obras do Reviva Campo Grande seguem conforme o cronograma estabelecido. No trecho foram executados serviços de instalação das caixas de energia, água, esgoto e pavimentação asfaltica.

O engenheiro da obra do Reviva Campo Grande, Osmar Costa Vieira disse que a chuva deu uma pequena interrupção nos serviços, mas que os mesmo forma retomados pela equipe.

“Não foi possível fazer os trabalhos de terraplanagem com as chuvas. Liberando este trecho nó vamos fechar a Rua 14 de Julho com a Rua 7 de Setembro para fazer a outra etapa das obras”, disse Osmar.

Para o morador Walmir Basmage não é possível fazer uma obra sem ter um pouco de transtornos.

“Estamos pensando no futuro e a melhoria que esta obra vai nos trazer. Estou satisfeito com esta obra que trará desenvolvimento para Campo Grande e será um cartão postal de nossa cidade”, comentou Walmir.

As Obras

Além da 14 de Julho, o Programa Reviva Campo Grande prevê intervenções em várias vias do Centro da cidade, adjacentes à Rua 14 de Julho, inseridas no quadrilátero que compreende as ruas Calógeras, Padre João Crippa, Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso. Todas receberão melhoria na infraestrutura, acessibilidade dos passeios públicos, arborização, iluminação e sinalização.

Durante as obras, que devem durar 20 meses, as lojas do comércio não vão fechar. A programação prevê que cada quadra ficará dois meses em obras. A coordenação do Programa está estudando, junto à Agetran, uma nova rota para os coletivos, que hoje circulam na Rua 14 de Julho, causando o mínimo de impacto possível no cotidiano dos usuários.

Cerca de 350 mil pessoas circulam pelo centro diariamente de acordo com o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, João Carlos Polidoro, por isso o planejamento entre empresário e poder público é tão importante.

A revitalização fará com que a região se torne mais atrativa para novos investidores, residentes e comerciantes, além de resgatar a cultura, preservação do patrimônio e o respeito com a história local.

As obras visam valorizar a história da região central, reverter o processo de degradação patrimonial e o esvaziamento populacional, recuperando sua atratividade econômica, cultural e social, proporcionando aos campo-grandenses uma região mais confortável, segura e integrada às demais regiões da cidade.

O projeto da Requalificação da Rua 14 de Julho compreende uma intervenção urbana com extensão de 1.400 metros lineares em área central, que promoverá a redução de uma faixa de rolamento, ampliando as calçadas, conversão das redes aéreas para subterrâneas e a implantação de paisagismo no passeio público.