TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quinta, 22 de abril de 2021
Cidade Morena

Prefeitura retoma obras do prolongamento da Avenida Rita Vieira

Obras ocorrem no trecho inicial do novo acesso às Moreninhas, atravessando os bairros Rouxinóis, Concórdia, e Jardim das Perdizes

16 março 2021 - 20h42Por Diana Christie

A prefeitura de Campo Grande retomou as obras de prolongamento da Avenida Rita Vieira até a Avenida Guaicurus, trecho inicial do novo acesso às Moreninhas, atravessando os bairros Rouxinóis, Concórdia, e Jardim das Perdizes.

A obra estava parada há sete anos. Conforme o projeto, está em andamento a construção de 360 metros de drenagem, a partir da Rua Filomena Segundo Nascimento. Paralelamente, a concessionária Águas Guariroba iniciou o remanejamento de um trecho da adutora do traçado onde será aberta a segunda. A tubulação ficará no canteiro central.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, o prolongamento da Avenida Rita Vieira se estende por 2,2 km, desde a Rua Mariza Andrade Ribeiros. Quando estiver concluído, abrirá um novo eixo viário asfaltado de acesso à região do Bairro Universitário, onde está localizado o terminal rodoviário, como também à Avenida Três Barras, seguindo trajeto pela Victor Meirelles, Avenida Rita Vieira e Rua Novo Estado.

Em novembro do ano passado, a Prefeitura concluiu os últimos 400 metros da Rua Novo Estado, via aberta às margens do antigo traçado da ferrovia, fazendo a interligação das avenidas Rita Vieira e Três Barras.

Quem estiver na Avenida Interlagos (perto do Rádio Clube Campo) entrar na Rita Vieira, vai chegar mais rápido à estação rodoviária e ao Bairro Universitário, pela Rua Victor Meirelles. Hoje, este itinerário é feito pela Rua Professor Hilário da Rocha, uma via estreita, que atravessa uma área residencial.

Parque Bálsamo

“O prolongamento da Avenida Rita Vieira foi planejado em 2012, como parte do Parque Linear do Bálsamo. O projeto prevê a abertura de uma ligação viária de 6 quilômetros entre o anel rodoviário (no Jardim Itamaracá) e a Avenida Guaicurus, nas proximidades do Museu José Antônio Pereira”, diz a prefeitura.

De acordo com a assessoria, a intervenção envolveu o reassentamento de 116 famílias que moravam em áreas insalubres no Jardim Perpétuo Socorro, além de ter sido aberto o prolongamento da Rua Victor Meirelles e as ruas Brigadeiro Tiago e Desembargadora Marilza Lúcia Fortes, por onde se chega ao terminal rodoviário pelo Bairro Universitário.

A prefeitura depende do desbloqueio de recursos federais alocados há 9 anos, para executar a segunda etapa do projeto, entre as avenidas Gury Marques e Guaicurus.