TJMS Abril
Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
corona 2
Cidade Morena

Protesto de 'patriotas' pela prisão pós 2ª instância reúne pouco mais de 100 pessoas na Afonso Pena

Manifestantes querem que a medida seja aprovada ainda em 2019

08 dezembro 2019 - 17h50Por Thiago de Souza

Cerca de 100 manifestantes se reuniram na avenida Afonso Pena, na tarde deste domingo (7), em Campo Grande, para protestar a favor da prisão após condenação em segunda instância. Entre os organizadores, está o grupo Movimento Brasil Livre em Mato Grosso do Sul. 

O ponto de encontro dos manifestantes foi em frente ao Ministério Público Federal, próximo a Rua Ceará. A ideia do grupo é pressionar o Congresso a aprovar a medida, que beneficiou, entre outros criminosos, o ex-presidente Lula. 
Lucas dos Santos, coordenador do MBL-MS contou que o evento reuniu o número esperado de participantes, que era cerca de 100. O dirigente destacou a necessidade do povo ir às ruas pedir a prisão pós 2ª instância ‘’pra já’’ e não ano que vem como ''Rodrigo Maia quer''.    

O protesto começou tímido, com cerca de 20 pessoas, e depois ganhou a adesão de mais participantes. Como de costume, a maioria estava vestida de verde e amarelo, sendo alguns com cartazes em defesa do presidente Bolsonaro e do ministro da Justiça, Sérgio Moro. 

Um caminhão de som tocava músicas com gritos de guerra contra o PT e a esquerda e algumas lideranças discursaram a respeito do tema. 
 

Leia Também

Conselhos de MS recomendam que profissionais da saúde façam cadastro no Ministério
Saúde
Conselhos de MS recomendam que profissionais da saúde façam cadastro no Ministério
Ministério da Saúde: Brasil não chegará a 100 mil mortos pela Covid-19
Geral
Ministério da Saúde: Brasil não chegará a 100 mil mortos pela Covid-19
'Número 2' do Ministério da Saúde quebra isolamento e dá desculpa marota para 'corridinha'
Geral
'Número 2' do Ministério da Saúde quebra isolamento e dá desculpa marota para 'corridinha'
Marquinhos pede selfies e vídeos de corrente de oração marcada para este domingo
Cidade Morena
Marquinhos pede selfies e vídeos de corrente de oração marcada para este domingo