TJMS dezembro
Menu
Busca quarta, 11 de dezembro de 2019
Cidade Morena

Com 83% da rede de esgoto instalada, serviço só avançará ao lado das obras de asfalto

Novos investimentos no setor só devem ocorrer daqui dois anos

22 abril 2019 - 09h09Por Rodson Willyams

A diretora-presidente da Águas Guariroba, Lucilaine Medeiros, informou que o serviço de cobertura da rede de esgoto de Campo Grande está acima da média nacional, totalizando 83% da cobertura no município. Segundo ela, a Capital é referência nacional quando se fala em esgotamento sanitário.

"Nós saímos de um cenário de 19% a casa de 20% de rede no final de 2005 para 2006 e hoje estamos com 83% da capacidade de atendimento populacional com sistema de esgoto", explica.

No entanto, apesar do 'bom índice', Lucilaine explica que a concessionária foca em outra frente no momento. "O nosso projeto para esse ano e ano que vem será de acompanhamento das obras do PAC".

"Até mesmo por uma questão de exigência e até técnica, de infraestrutura na implantação de pavimentação. Antes dela, tem que implantar o sistema de esgotamento sanitário. Então, estamos acompanhando esses projetos de pavimentação do PAC", continua.

Quanto a universalização da Legislação 11.445/07

"A legislação determina que até 2033 deva ocorrer a universalização no Brasil. Nós já estamos muito adiantados, se a gente considerar a nível Brasil. Hoje, o cenário do Brasil tem aproximadamente 50% da cobertura e não é a realidade de Campo Grande que está em destaque nacional com relação ao sistema de esgotamento sanitário", explica a diretora-presidente.

Referente ao abastecimento de água, Lucilaine reforça: "hoje já está universalizado e tem capacidade de atender 100% da população".