Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Cidade Morena

Coffee Break: com Olarte preso, Puccinelli e ex-vereadores são ouvidos hoje

Juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais ouve réus na parte da manhã e da tarde

18 maio 2021 - 10h18Por Rayani Santa Cruz

Nesta terça-feira (18), o ex-governador André Puccinelli e o empresário Carlos Naegele serão os primeiros a serem ouvidos em audiências de instrução do caso da Coffee Break.  Marcada para às 9h, a dupla é ouvida separadamente pelo juiz David de Oliveira Gomes Filho, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande.

A tarde, às 14h, serão ouvidos os ex-vereadores Flávio César e Mário César. Todos os 21 réus respondem por improbidade administrativa. A operação foi realizada em 25 de agosto de 2015 e apura se houve corrupção e complô na cassação do então prefeito Alcides Bernal.

Vai delatar?

Gilmar Olarte, que era vice-prefeito e assumiu o cargo posteriormente, também é réu. Na guerra pelo poder, Olarte protagonizou troca de acusações contra Bernal e chegou a ser detido algumas vezes. O ex-prefeito chegou a revelar informações durante depoimentos anteriores e é ventilado que ele pode delatar sobre envolvidos na Coffe Break.

Inclusive, Olarte permanece preso no Centro de Triagem, no complexo penitenciário do Noroeste. A prisão é pela condenação de 8 anos e quatro meses em regime fechado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa recorreu. 

Em relação a Coffee Break, Gilmar Olarte será ouvido dia 21 de maio, às 9h, mesmo dia do ex-vereador Eduardo Romero.

As oitivas seguem até o dia 24 de maio com lista e horários programados por conta do alto número de réus. No dia 25 de maio, as audiências para ouvir testemunhas de acusação começam.