Reforma
(67) 99826-0686
entregas

Secretaria de Saúde confirma morte de homem por meningite em Campo Grande

Já são onze casos diagnosticados da doença em MS nos primeiros meses de 2019

7 MAR 2019
Amanda Amaral
17h36min
Foto: Wesley Ortiz

A Secretaria Estadual de Saúde (Ses) registrou o primeiro óbito confirmado pelo tipo tuberculoso da meningite em Mato Grosso do Sul em 2019. A vítima foi um homem adulto, que faleceu em Campo Grande.  

Em todo o Estado, já foram contabilizados 14 notificações e 11 confirmações da doença neste ano. Cinco dos casos aparecem como meningite não especificada, dois do tipo viral, dois por outras bactérias, um caso de meningite meningocócica e outro do tipo tuberculoso.

Em 2018, foram confirmados 126 casos da doença em Mato Grosso do Sul, 16 destes que acabaram na morte de pacientes. O número de mortes foi igual em 2017, que registrou 196 diagnósticos. 

O maior índice dos anos anteriores foi em 2016, quando houve 222 casos, contando a última atualização do dia 7 de março de 2019 pelo Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação).

Bebês com menos de um ano de vida são os mais afetados, sendo 181 das 853 vítimas da doença entre 2014 e 2019. Crianças de um a quatro anos somaram 102 casos, enquanto adultos de 30 a 39 anos foram 106.

Historicamente no Estado, o tipo mais incidente não é especificado, 372 casos, mas em segundo lugar fica a meningite viral, com 199. A meningite tuberculosa foi confirmada em 27 pessoas nos últimos seis anos. 

Doença

A maioria dos casos de meningite é provocada por vírus ou bactérias, mas a doença também pode ser transmitida via fungos. Outros fatores também podem desencadear num quadro de meningite, como alergias a determinados medicamentos, alguns tipos de câncer e também inflamações.

Conforme a Sociedade Brasileira de Neuropsicologia, a causa da meningite varia de acordo com o tipo. A mais comum das meningites é aquela causada por vírus, mas há casos também da doença provocada por bactérias. Menos comum, a meningite causada por fungos também pode surgir.

Os sintomas mais comuns da meningite são febre alta repentina, forte dor de cabeça, pescoço rígido, vômitos, náusea, confusão mental e dificuldade de concentração, convulsões, sonolência, fotossensibilidade, falta de apetite, rachaduras e presença de manchas vermelhas na pele.

Os vírus causadores da meningite podem ser transmitidos via alimentos, água e objetos contaminados e são mais comuns entre o fim do verão e o começo do outono.

Veja também