Menu
terça, 27 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Cidade Morena

Marina Peralta é contra cancelamento de Karol Conká, mas sugere 'mudança de postura'

Em 2017, produção de Karol invadiu o palco da artista e a forçou a encerrar a apresentação

26 fevereiro 2021 - 13h00Por Thiago de Souza

A cantora de MS, Marina Peralta, ficou de fora da torcida contra Karol Conká, no mais recente ‘’Paredão’’ do Big Brother Brasil, da TV Globo, na última terça-feira (23). Apesar dela ter vivido uma situação constrangedora com a rapper e a produção dela, em 2017, no Festival de Bonito, não há espaço para mágoas. 

Peralta diz que, tradicionalmente, não assiste à atração global, mas que nessa edição passou a acompanhar um pouco pelas redes sociais, por ter pessoas que conhece no programa. 

‘’Não torci contra não. Pra mim essa história [de Bonito] já tá resolvida desde a época do festival...’’, esclarece a cantora. Ela acrescenta que, à época dos fatos, escreveu que não havia motivos para deslegitimar o trabalho da rapper, no entanto, ressalta que houve desrespeito e falta de profissionalismo por parte da produção de Conká. 

''Não me senti humilhada, me senti desrespeitada como artista'', relembrou a cantora. Para rever a história, clique aqui

Paredão

Sobre o programa, onde, até o momento, Karol foi a participante com maior rejeição na história das 21 edições, Marina diz que torce para que a participante encontre um lugar de compreensão, afeto e respeito. 

‘’...e que ela reveja muita coisa que a gente percebeu que ela precisa rever: na forma de falar com as pessoas, na forma de se relacionar com os outros...’’, refletiu a artista sul-mato-grossense. 

Marina diz repudiar muito as atitudes de Conká dentro do BBB, mas pede cuidado com a cultura do ‘’cancelamento’’, sobretudo contra uma mulher negra. 

‘’...a gente também não conhece a história dela...mas eu desejo que ela aprenda com isso’’, concluiu Peralta. 

Briga

Sobre o ocorrido em Bonito, Marina fez questão de ressaltar que foi a produção do Festival que atrasou em 40 minutos o show dela.

‘’Eu estava no meu camarim no horário certo do show’’, disse Peralta. Ela esclareceu também que aumentou a apresentação em apenas três minutos, para homenagear a musicista Mayara Amaral, assassinada barbaramente dias antes do evento. 

Irritados com a demora para começar o show, a produção de Conká invadiu o palco onde Marina estava e desligou alguns equipamentos, para forçar o fim da apresentação e abrir o espaço para a rapper. 

Também, conforme apurado pelo TopMídiaNews, a produção de Karol cancelou a apresentação do DJ Renato Tulux, que iria tocar por 20 minutos entre os shows de Marina Peralta e Karol Conka. Seria a primeira vez que o Festival de Inverno de Bonito teria uma apresentação de música eletrônica no palco principal.

Entretanto, devido à agenda de Conka, que tinha que estar as 2h da madrugada em Campo Grande para pegar um avião, eles não deixaram Renato Tulux se apresentar.

Leia Também

Campo Grande retoma 1ª dose de vacinas nesta quarta e imuniza funcionários de indústrias
Cidade Morena
Campo Grande retoma 1ª dose de vacinas nesta quarta e imuniza funcionários de indústrias
Ciclista atropelado e morto na Chácara das Mansões é reconhecido por sobrinha
Cidade Morena
Ciclista atropelado e morto na Chácara das Mansões é reconhecido por sobrinha
Vídeo: peruca de mulher escapa em brinquedo de parque de diversões
Geral
Vídeo: peruca de mulher escapa em brinquedo de parque de diversões
Frente fria deixa mínimas abaixo de 0°C em MS até o fim de semana
Cidades
Frente fria deixa mínimas abaixo de 0°C em MS até o fim de semana