Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
dengue
Cidade Morena

Sem sinalização específica, atropelamento de animais silvestres vira rotina no Parque dos Poderes

Quatis, veados e até tamanduás são vítimas na reserva florestal

29 novembro 2020 - 15h15Por Thiago de Souza

Animais silvestres continuam sendo vítimas de atropelamentos nas vias do Parque dos Poderes, em Campo Grande. Leitores do TopMídiaNews registram um dos casos mais recentes, envolvendo um quati. 

Conforme o registro, um quati foi atropelado e o animal caiu no gramado da calçada. 

Segundo o advogado Leonardo Duarte, membro de uma ONG que promove visualização e registro fotográfico de animais, os quatis são as maiores vítimas de atropelamentos, já que a população desses mamíferos é grande no Parque dos Poderes. No entanto, Duarte destaca que outros animais já foram vítimas de acidentes. 

‘’Já tivemos casos de tamanduá-bandeira atropelado’’, relatou o profissional. Em agosto deste ano, uma cutia morreu também por atropelamento. Até um veado, animal de porte bem maior e fácil de ser visualizado, acabou vítima do trânsito, em 2017. 

Questionado se há sinalização para alertar os motoristas, Leonardo foi enfático. 

‘’Não. Nada’’, lamentou. 

Procuramos a Prefeitura do Parque dos Poderes, mas não conseguimos contato no telefone fixo. Também questionamos o Detran sobre a sinalização das vias, mas foi dito que a administração do Parque deveria ser procurada.