Menu
Busca terça, 21 de janeiro de 2020
Cidade Morena

Gêmeas siamesas completam dez dias sem previsão de cirurgias

Uma das meninas já começou a receber leite materno

13 janeiro 2020 - 11h19Por Rayani Santa Cruz

O estado de saúde das gêmeas siamesas Maria Julia e Luna Vitória, que nasceram com 35 semanas e são interligadas pelo tórax, é grave, porém estável, segundo a Santa Casa.

As meninas completam dez dias de vida nesta segunda-feira (13). Ambas receberam transfusão de sangue no final de semana por anemia e os antibióticos foram trocados. 

O caso é raro. As gêmeas, que nasceram no dia 3 de janeiro, permanecem internadas na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal da Santa Casa e respiram com ajuda de aparelhos. 

Em nota, a Santa Casa informou que elas continuam recebendo antibióticos, alimentação parenteral e sendo devidamente acompanhadas pela da equipe médica Neonatal e pelas equipes de cirurgia pediátrica, torácica e cardíaca, além das especialidades clínicas.

As gêmeas estão sob processo de investigação diagnóstica e não tem definição em relação à realização de procedimentos cirúrgicos. No momento, uma das meninas está recebendo dieta trófica (leite materno) e a outra segue em dieta zero. 

A ligação das duas, segundo os médicos, está em todo o tórax e abdômen.