Menu
quarta, 23 de setembro de 2020
Cidade Morena

Sonhando com carteira registrada, Léo faz ‘bicos’ para ajudar pai com câncer

Com o veículo do serviço estragado, ele precisa se virar para comprar os medicamentos do pai

04 maio 2019 - 15h15Por Anna Gomes

Leonardo Matheus Batista de Oliveira, o Léo, apesar de ser um jovem rapaz de apenas 20 anos, já carrega uma grande responsabilidade. Sem um emprego registrado, ele precisa ‘se virar nos 30’ para comprar os medicamentos que o pai precisa para combater um câncer na cabeça e no pulmão.

Léo trabalha fazendo diárias de carga e descarga de bebidas em vários estabelecimentos de Campo Grande. Há alguns dias, o veículo que ele trabalha estragou, mas como ele não pode ficar parado, o rapaz resolveu fazer bicos carpindo lotes, podando árvores em alguns bairros da cidade.

“Meu pai precisa de alguns remédios que ele não consegue nos postos de saúde, aí a gente precisa comprar. No meu serviço faço diárias, mas sonho com a minha carteira registrada. Como o carro do serviço estragou, vou ficar algum tempo sem ter como ganhar o dinheiro, então preciso fazer outros serviços”, disse Léo.

O jovem atende realizando serviços gerais em toda região perto de onde reside. Quem morar nos bairros Guanandi, Centenário, Aero Rancho, Parati, ou Iracy Coelho e estiver precisando ‘dar uma geral’ no quintal pode entrar em contato com o Léo pelos telefones: (67) 99174-7781 ou (67)99661-5760.

 

Leia Também

Homem de 62 anos se masturba enquanto chama criança de oito anos para sexo em Coxim
Interior
Homem de 62 anos se masturba enquanto chama criança de oito anos para sexo em Coxim
De 36 detentos, só dois foram recapturados após fuga em massa por causa da covid no PR
Geral
De 36 detentos, só dois foram recapturados após fuga em massa por causa da covid no PR
Com 836 óbitos no dia, total de brasileiros mortos na pandemia chega a 138 mil
Geral
Com 836 óbitos no dia, total de brasileiros mortos na pandemia chega a 138 mil
Quadro em branco: aula na rede municipal só online e retorno presencial segue indefinido
Cidade Morena
Quadro em branco: aula na rede municipal só online e retorno presencial segue indefinido