(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Ué?! Manifesto reúne 5 mil pessoas no auge, mas organização garante que foram 30 mil

PM diz que 1,5 mil pessoas estiveram na Afonso Pena; Guarda Municipal fala em 2,5 mil

26 MAI 2019
Thiago de Souza e Amanda Amaral
17h53min
Números confusos chamaram a atenção do campo-grandense Foto: Wesley Ortiz

Protesto em favor das medidas do governo Jair Bolsonaro, terminou por volta das 17h30, na avenida Afonso Pena, neste domingo (26), em Campo Grande. A dúvida era quando ao público participante, que segundo a PM eram 1,5 mil, mas para os organizadores 30 mil.

Os números são confusos, mas nada bate o otimismo dos organizadores. Levantamento nacional falou de 5 mil na Capital, enquanto PM fala em 1,5 mil e Guarda Municipal em 2,5 mil.

Desde às 14h30, manifestantes tomaram a pista da Afonso Pena sentido Parque dos Poderes. Uma das vias foi fechada pelos apoiadores do governo.

A maioria do público se vestiu de verde e amarelo para dar apoio à reforma da Previdência, do pacote anticrime de Sérgio Moro e alguns contra a suposta parcialidade de ministros do Supremo Tribunal Federal.

O ato foi semelhante ao de várias cidades do país, com cartazes e faixas em apoio ao governo. No local, manifestantes, entre eles caminhoneiros e produtores rurais, tiravam fotos com bonecos de papelão em tamanho real dos ministros Sérgio Moro, Bolsonaro e Paulo Guedes.

Protesto só reuniu 1.500 na Afonso Pena, afirma a PM. (Foto: Wesley Ortiz)

Pelo menos quatro políticos apoiadores do Bolsonaro estavam no evento. Vinícius Siqueira (DEM); a senadora Soraya Thronicke (PSL); Tio Trutis e Capitão Contar, do mesmo partido.

Dúvida

A contagem do público participante é que chamou a atenção. Para a Guarda Municipal, havia duas mil pessoas. Já a Polícia Militar falou em 1.500 participantes.

No entanto, a organização contou cerca de 30 mil pessoas na avenida. A expectativa durante a semana era de reunir três mil apoiadores. 

Concentrados em frente ao MPF, o grupo saiu em passeata e carreata até um posto de combustível em frente ao Shopping Campo Grande. Além das palavras de ordem, cantaram o hino nacional e rezaram um Pai Nosso.

Veja também