TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Cidades

Ações do Rede Solidária servem de inspiração para documentário francês

04 junho 2016 - 12h55Por Notícias MS

Léo Dayan, professor e economista da Universidade Sorbonne, em Paris, juntamente com sua equipe, captou imagens e depoimentos na unidade Ruth Cardoso do Programa Rede Solidária na última segunda-feira (30).

Acompanhado pela secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Elisa Cleia Nobre; da coordenadora do Rede Solidária, Ângela Brito e da diretora da unidade, Vania Cazroviski, Léo destacou que seu documentário irá abordar temas culturais e sociais da América do Sul. As captações que começaram em Fortaleza (CE) percorreram várias regiões do País e terminará com filmagens na Bolívia. A previsão de lançamento do documentário é para junho de 2017, em um evento mundial sobre o livro, na República da Guiné.

“Já conheço Campo Grande há mais de 15 anos e vejo na cultura musical e no Pantanal um dos maiores símbolos da região. Além de depoimentos sobre as ações sociais na cidade, minha ideia mostrar, de maneira geral no filme, a economia solidária, que no fim é feita de uma para outra pessoa, não de pobre para pobres ou de ricos para ricos como muitos pensam”, disse Dayan revelando ainda sua grande imersão e admiração pela obra cultural do músico Geraldo Espíndola.

IMG_3571

 Léo Dayan em primeiro plano, com a diretora da unidade, a coordenadora do Rede e a secretária Elisa Cleia.

Para a secretária da Sedhast, Elisa Cleia Nobre, o fato do Rede Solidária ser lembrado para contar história bem sucedidas em Mato Grosso do Sul já demonstra a importância do programa. “Certamente ficamos honrados em ver um projeto como o Rede Solidária servir de inspiração para um documentário internacional. Nosso objetivo é fazer com que mais projetos de sucesso, como esse, venham a acontecer em nosso estado”, disse.

O documentário, que é financiado pela Ong Apreies, formada por artistas franceses, conta ainda com o professor Hugo Dayan; o cineasta Didier Bergouhoux e a acadêmica Npémie Marot na produção.

Rede Solidária – Unidade Ruth Cardoso

Abrigado em local estratégico, o projeto do Governo do Estado, criado pela Sedhast, trouxe novas perspectivas às famílias que residem na região do bairro Dom Antônio Barbosa.

O projeto que é executado em parceria com empresas privadas, entidades sociais e voluntários, atende crianças acima de 6 anos, adolescentes, jovens e adultos que estejam em risco social. Família beneficiárias do Programa Vale Renda são o principal público-alvo do Rede Solidária. A meta é alicerçar e capacitar essas famílias para que tenham autonomia econômica e assim não dependam de programas sociais.