Menu
domingo, 07 de março de 2021
Cidades

Ambulantes tentam sobreviver em meio a Natal fraco e fiscalização

Insatisfação

28 dezembro 2013 - 18h10Por Willian Leite

Os vendedores ambulantes instalados na 14 de Julho estão descontentes com o resultado das vendas neste fim de ano. Eles reclamam do fraco movimento nas vendas que não superou as expectativas, em comparação a 2012.

Suelene Miranda, que trabalha  há 16 anos na área esta decepcionada. Segundo ela a fiscalização da prefeitura atrapalhou a comercialização dos produtos. "As vendas já estão fracas, e agora com essa perseguição dos guardas municipais e de fiscais da Semadur [Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano] fica mais difícil ainda sobreviver" relatou.

Miranda diz ainda que a gestão municipal tinha que construir um outro camelódromo. "Nosso sofrimento além de não ganhar dinheiro nesses dias é ter que ficar fugindo o dia todo dos guardas. Espero que em janeiro apesar do povo estar sem dinheiro seja melhor" desabafou.

Desde às oito da manhã de hoje (28) outro ambuante que preferiu não se identificar disse que até a tarde de hoje ainda não havia  vendido nada. " Até agora não ganhei nenhum centavo. Trabalho neste ramo há mais de 26 anos e nunca vi um Natal tão ruim como este, deve ser a crise" criticou.

Elaine Gomes do Nascimento depende das vendas para sobreviver e não entende  porque foi péssimo este mês de dezembro. "As vendas foram muito devagar, não sei se o povo esta sem dinheiro ou se estão endividados" frisou.