Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Cidades

Amigos realizam 'vaquinha' para ajudar no tratamento de pastora com câncer

Vaquinha virtual busca arrecadar R$600 mil, valor necessário para trazer a medicação dos Estados Unidos

05 junho 2019 - 09h11Por Nathalia Pelzl

Amigos e familiares da pastora Alynne Simas estão realizando diversas ações para o tratamento dela, que sofre, desde 2017, com o câncer Linfoma de Hodgkin. Amiga de Allyne há mais de 10 anos, a executiva de vendas, Carol Nunes, de 35 anos, está divulgando uma ação entre amigos com o objetivo de arrecadar fundos, já que o tratamento agora só de forma particular.

“Sou discípula e líder do Ministério Radicais Kids, o qual Alynne pastoreia, ela está lutando desde 2017. O SUS ofereceu todo o tratamento disponível de quimioterapia, mas agora não pode mais. O custo do tratamento agora é mais de R$ 1 milhão. Nossa igreja, amigos e familiares estão ajudando com ações entre amigos, como sorteios, feijoadas, pasteladas, e bingos”, destaca.

Segundo a amiga, a força de Allyne inspira a todos, já que demonstra coragem para enfrentar as adversidades.

“O médico informou que o câncer é com o um urso hibernado, a hora que acordar pode ser agressivo. Eles colocaram agora a casa e o carro para sortear para conseguir um pouco do dinheiro”.

A vaquinha virtual busca arrecadar R$ 600 mil, valor necessário para trazer a medicação dos Estados Unidos, para ajudar bastar entrar no link e contribuir.

Quem quiser ajudar de outra forma pode em  contato através do número (67) 9 9258-5646.

Leia Também

Brasil registra mais 335 mortes ligadas à covid-19
CORONAVÍRUS
Brasil registra mais 335 mortes ligadas à covid-19
Setembro Amarelo: MS conta com ações de divulgação do CVV e apoio para famílias em luto
Saúde
Setembro Amarelo: MS conta com ações de divulgação do CVV e apoio para famílias em luto
Criança cai no rio e desaparece na Barra do São Lourenço em Corumbá
Interior
Criança cai no rio e desaparece na Barra do São Lourenço em Corumbá
No "novo normal", tradição de Cosme e Damião se mantém em Corumbá
Interior
No "novo normal", tradição de Cosme e Damião se mantém em Corumbá