Menu
segunda, 30 de novembro de 2020
Cidades

Anjinho: Ravi vai salvar vidas com doação de córneas e rins

Menino se afogou em uma piscina em um clube da Capital, ficou uma semana internado e não resistiu

26 outubro 2020 - 11h52Por Nathalia Pelzl

A família do menino Ravi, de três anos, que morreu neste domingo (25), em Campo Grande, optou pela doação de órgãos. E, nesta segunda-feira (26), a cirurgia para captação de córneas e rins foi realizada no centro cirúrgico do Hospital Cassems da Capital, local onde menino ficou internado. 

A criança se afogou em uma das piscinas de um clube da cidade no último domingo (18). A informação da morte foi confirmada pelas redes sociais de próprios familiares. Ravi lutava pela vida em UTI Pediátrica, onde estava entubado.

“O céu ganha mais um anjo”, postou um dos familiares.

AFOGAMENTO

O menino saiu da vista dos pais e caiu em uma das piscinas do clube, que fica na saída para Três Lagoas, em Campo Grande. Ele foi socorrido por uma guarda-vidas da empresa e depois pelo Samu. 

O menino foi levado para a Santa Casa, na tarde do domingo e, posteriormente, levado para o Hospital da Cassems, onde segue internado.
 

Leia Também

Corpo de jovem é encontrado no rio Aquidauana
Interior
Corpo de jovem é encontrado no rio Aquidauana
Mãe tirou foto da filha momentos antes de ela morrer eletrocutada por decoração
Geral
Mãe tirou foto da filha momentos antes de ela morrer eletrocutada por decoração
R$ 4,79: MS tem gasolina mais cara do Brasil, segundo levantamento
Economia
R$ 4,79: MS tem gasolina mais cara do Brasil, segundo levantamento
Funcionários de terceirizada da Energisa entram em greve por tempo indeterminado
Interior
Funcionários de terceirizada da Energisa entram em greve por tempo indeterminado