Menu
terça, 24 de novembro de 2020
Cidades

Apenas 4% dos inquéritos viram denúncias do Ministério Público

Índice baixo

01 novembro 2013 - 13h00Por Redação

A combinação de freio no orçamento da Polícia Federal desvios de função e conflitos internos não resolvidos resulta em prejuízos ao combate ao tráfico de drogas e aos crimes do colarinho branco, como a corrupção. “O problema é o contingenciamento do orçamento”, acrescenta o delegado Marcos Leôncio, presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF).

Mas dinheiro não é o único problema. A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) contabiliza que só 4% dos inquéritos são convertidos em denúncias do Ministério Público, o que, para a entidade, significa ou impunidade ou ineficiência. “Isso prejudica diretamente. Você não tem o pessoal trabalhando onde deveria”, comenta o vice-presidente da entidade, Luís Antônio Boudens.

O presidente da Associação dos Peritos Criminais (APCF), Carlos Antônio de Oliveira, demonstra insatisfação com a eficiência das investigações. “A maior parte dos inquéritos na PF são concluídos de forma que o Ministério Público não consegue denunciar e a Justiça não consegue condenar”, critica.

 

Uma das medidas defendidas por ele é reunir apurações de temas semelhantes. Numa mesma unidade, vários delegados abrem inquéritos diferentes para apurar, por exemplo, casos de falsificação de documentos. “Os casos são pulverizados e acabam arquivados.”

 

Ditadura e silêncio - As críticas se estendem ao setor de comunicação da PF. “Ainda somos um órgão muito fechado. O setor de comunicação social parece de um órgão da ditadura militar, obrigada sempre a negar informações”, dispara Carlos Antônio.

 

A assessoria da PF prestou esclarecimentos ao site, mas não comentou as disputas entre as categorias profissionais da corporação. Também não disse como enfrentar o número crescente de suicídios entre os policiais ou medidas para melhorar a eficiência dos inquéritos policiais. Outro assunto não explicado pela PF é sobre os eventuais desvios de funções na categoria.

 

Fonte: Congresso em foco 

Leia Também

Está faltando cerveja no mercado: bebida começa a faltar no Brasil
Geral
Está faltando cerveja no mercado: bebida começa a faltar no Brasil
Vendedor diz que guarda municipal faz concurso a “nível macaco” e se dá mal
Polícia
Vendedor diz que guarda municipal faz concurso a “nível macaco” e se dá mal
Senador é suspeito de estuprar jovem depois de festa em São Paulo
Política
Senador é suspeito de estuprar jovem depois de festa em São Paulo
Geraldo Resende alerta para novo aumento de casos da covid em MS
CORONAVÍRUS
Geraldo Resende alerta para novo aumento de casos da covid em MS