Menu
segunda, 20 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Cidades

Atuação de tropa de choque é pauta de reunião em Brasília

Atuação

23 dezembro 2013 - 08h00Por Da Redação

O Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Mato Grosso do Sul, Coronel Carlos Alberto David dos Santos se reúne nesta segunda-feira (23), em Brasília com o Ministro da Justiça José Eduardo Cardoso.  

No encontro será entregue o documento apresentado na 2ª Reunião Ordinária do CNCG (Conselho Nacional de Comandantes Gerais) realizada na Cidade de Bonito-MS. O documento refere-se a atuação das tropas de choque das Polícias Militares do Brasil em situação de distúrbios civis.Segundo o comandante, a reunião acontece em razão das manifestações populares ocorridas no país com o início da Copa das Confederações e a respectiva atuação policial na contenção dos excessos praticados por manifestantes.

Foi instaurada uma comissão para elaborar uma doutrina única e uniforme das tropas de choque, visando à proteção da sociedade e também dos policiais militares que fazem parte dessa tropa. "Por meio da articulação das polícias militares construímos a proposta e queremos que seja transformada numa norma federal e que dê a capacidade de proteção para que as pessoas possam exercer o direito de manifestação com responsabilidade, mas que também vai dar embasamento legal para o trabalho exercido pelas tropas de choque do Brasil”, disse coronel David.

Leia Também

Pico no consumo de energia muda e nem horário de verão salva preço da conta
Campo Grande
Pico no consumo de energia muda e nem horário de verão salva preço da conta
Idoso denuncia furto de carro, mas depois lembra que estacionou em outra rua
Geral
Idoso denuncia furto de carro, mas depois lembra que estacionou em outra rua
Adolescente morre afogado durante dia de lazer no Rio Miranda
Interior
Adolescente morre afogado durante dia de lazer no Rio Miranda
Suspeito que esfaqueou dois irmãos em Chapadão do Sul é preso; um morreu
Interior
Suspeito que esfaqueou dois irmãos em Chapadão do Sul é preso; um morreu