(67) 99826-0686
Origem - entregas

Banco de Leite de hospital em MS recebe classificação Ouro pelo terceiro ano consecutivo

Credenciamento está vinculado ao programa da Rede Global de Bancos de Leite Humano

22 DEZ 2016
HU-UFGD
15h54min
A responsável pelo BLH do HU-UFGD, Rita de Cássia Dorácio Mendes, recebendo o certificado, ladeada por Elisabete Kamiya, referência estadual dos BLHs em Mato Grosso do Sul, e Cida Almeida, da Secretaria de Estado de Saúde Foto: HU-UFGD

O Banco de Leite Humano (BLH) Hilda Bergo Duarte, do Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD), recebeu ontem (21), durante reunião da Comissão Estadual de Bancos de Leite Humano, em Campo Grande (MS), o certificado “Excelência em Banco de Leite Humano” na categoria Ouro, pelo trabalho desempenhado entre julho de 2015 e junho de 2016.

É a terceira vez consecutiva que o BLH do HU-UFGD alcança a categoria máxima, atendendo em plenitude todos os critérios estabelecidos Centro de Referência Nacional da Rede Brasileira de Banco de Leite Humano e que baseiam o credenciamento anual da Rede Global de Bancos de Leite Humano.

A nutricionista Rita de Cássia Dorácio Mendes, responsável pelo BLH do HU-UFGD, explica que o credenciamento é feito anualmente e avalia as informações de produção, capacitação de recursos humanos e parque tecnológico.

“Com muita alegria recebemos este certificado porque representa a dedicação de toda a equipe do BLH. Nos preocupamos sempre em oferecer um serviço de qualidade ao binômio mãe-filho atendido no HU-UFGD/Ebserh. Essa premiação fecha com chave de ouro o ano de 2016, ano esse em que tivemos muitas conquistas para melhorar ainda mais o atendimento para 2017”, destaca a pofissional.

Integram a equipe um médico, uma nutricionista, uma farmacêutica, uma enfermeira, dois técnicos em Enfermagem e cinco auxiliares.

O Credenciamento dos Bancos de Leite Humano é uma iniciativa resultante da articulação da Coordenação Geral da Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde com a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), sob a coordenação do Centro de Referência Nacional da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano. Em 2016, 198 bancos de leite humano de todo o País foram indicados pelos estados para o credenciamento no programa. Desse total, 182 foram credenciados, entre eles, o BLH do HU-UFGD.

Números

O relatório de produção do Banco de Leite do HU-UFGD revela que, entre julho de 2015 e junho de 2016, foram realizados 4.164 atendimentos individuais, 125 atendimentos em grupo e 2.226 visitas domiciliares. Nesse período, houve 1.883 doadoras e uma coleta total de 1.572,1 litros de leite humano, que beneficiou 956 bebês.

O Banco de Leite do HU-UFGD atende preferencialmente a recém-nascidos e a bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). A prioridade são as crianças em risco, ou seja, aquelas que pesam menos de 1,5 kg. O leite vem das doadoras internas, que são as próprias mães, e de doadoras externas, aquelas que estão em período de lactação e têm excedente para doação.

A coleta do leite das doadoras externas é feita em parceria com o Corpo de Bombeiros de Dourados e com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Mais informações e orientações podem ser obtidas pelo telefone do Banco de Leite Humano do HU-UFGD: (67) 3410-3002. 

História

O Banco de Leite Humano Hilda Bergo Duarte é o único em Dourados e foi inaugurado no dia 20 de dezembro de 2006. Foi idealizado pelo obstetra Antônio Marinho Falcão Neto, quando a administração da Maternidade e da UTI Neonatal era responsabilidade do Hospital Evangélico.

Porém, só em fevereiro de 2008, já sob gestão do Município, tiveram início as atividades assistenciais, de apoio e incentivo ao aleitamento materno, funcionamento da sala de ordenha e distribuição de leite humano ordenhado cru no então Hospital da Mulher.

Em dezembro de 2008, ocorreu a ativação dos setores de lavagem, esterilização, laboratório de pasteurização, laboratório de microbiologia, área de armazenamento e estocagem e recepção com estrutura no então Hospital do Trauma. Em fevereiro de 2009, iniciou-se a coleta externa, a visita domiciliar e o processo de pasteurização e distribuição de leite humano ordenhado pasteurizado.

Em janeiro de 2011, o serviço passou a ser administrado pelo HU-UFGD e, em agosto de 2014, foram inauguradas as novas instalações, permitindo que todo o processo, da ordenha à pasteurização, armazenamento e distribuição, fosse centralizado no mesmo local.

Veja também