TJMS - novembro
tce novembro
Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
Cidades

Calor bate os 40°C com facilidade no MS e cuidado com a saúde deve ser redobrado

A perigosa junção de falta de chuva e calor intenso contribui para uma maior incidência de doenças respiratórias, em especial crianças e idosos

11 setembro 2019 - 09h23Por Luis Abraham

Setembro chegou e com ele a sensação de que agosto não terminou, de lá pra cá choveu pouco e o clima seco tem castigado o sul-mato-grossensse. As altas temperaturas registradas em Mato Grosso do Sul estão associadas a uma grande massa de ar quente e seca que predomina em todo o Brasil Central e faz com que as temperaturas ultrapassem os 40ºC.

Segundo a previsão do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), céu parcialmente nublado somente no extremo sul e sudoeste do Estado enquanto nas demais áreas a névoa seca permanece. Em Campo Grande, o calor 'infernal' toma conta, fazendo os termômetros baterem facilmente os 40ºC e junta-se à névoa seca e baixa umidade.

A perigosa junção desses fatores contribui para uma maior incidência de doenças respiratórias e inspira cuidados redobrados com a saúde, em especial crianças e idosos.

Entre as dicas para evitar transtornos decorrentes do clima seco estão medidas simples como a ingestão de bastante água, evitar a prática de esportes nas horas mais quentes do dia, permanecer em ambientes umidificados, além de manter a pele protegida com hidratantes e protetor solar.