SOLURB JULHO 4

quinta, 18 de julho de 2024

Busca

quinta, 18 de julho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Cidades

há 1 mês

Campo Grande aumenta contratações enquanto Ribas demite na indústria de MS

Capital abriu mais de 1,5 mil vagas no setor enquanto Ribas do Rio Pardo registrou mais de 600 demissões

A atividade industrial em Mato Grosso do Sul abriu 518 postos formais de trabalho em abril. Este resultado é fruto de 9.118 contratações contra 8.600 demissões.

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, a indústria abriu 4.617 vagas, com 36.878 contratações e 32.261 demissões. Chama a atenção o crescimento de Campo Grande enquanto Ribas do Rio Pardo, que cresceu muito devido à indústria, apresenta saldo negativo na geração de empregos. 

Os dados são provenientes do levantamento do Radar Industrial da Fiems. Segundo o levantamento, a indústria contribuiu com 26% do total de vagas abertas no Estado no período indicado.

O economista-chefe da Fiems, Ezequiel Resende, apontou que as atividades industriais mais dinâmicas em abril foram o abate de bovinos (+390 vagas), instalações e serviços especializados para construção (+295), e fabricação de álcool (+262).

  • Abate de bovinos (+390)
  • Instalações e serviços especializados para construção (+295)
  • Fabricação de álcool (+262)
  • Abate de aves (+100)

No acumulado de janeiro a abril, os setores que mais impulsionaram a geração de empregos foram a fabricação de álcool (+889 vagas), instalações e serviços especializados para construção (+838), e abate de bovinos (+520). 

  • Fabricação de álcool (+889)
  • Instalações e serviços especializados para construção (+838)
  • Abate de bovinos (+520)
  • Abate de aves (+280)
  • Construção de edifícios (+211)
  • Fabricação de açúcar (+193)
  • Extração de minério de ferro (+187)
  • Abate de suínos (+126)
  • Curtimento e outras preparações de couro (+94)
  • Fabricação de embalagens de material plástico (+88)

“O conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou abril de 2024 com 160.443 trabalhadores empregados, indicando um aumento de 2,96% em relação ao fechamento do ano anterior, quando o contingente ficou em 155.826 funcionários,” declarou Ezequiel Resende.

Crescimento municipal

Campo Grande se destacou como o município com maior saldo positivo de contratações, abrindo 1.584 vagas no período de janeiro a abril. Outras cidades com desempenhos notáveis incluem Nova Andradina (+527 vagas) e Dourados (+459 vagas). No total, 52 municípios registraram saldo positivo, proporcionando a abertura de 5.786 vagas.

  • Campo Grande (+1.584)
  • Nova Andradina (+527)
  • Dourados (+459)
  • Corumbá (+342)
  • Três Lagoas (+244)
  • Paranaíba, (+233)
  • Sidrolândia (+216)
  • Aparecida do Taboado (+191)
  • Itaquiraí (+171)
  • Naviraí (+168)
  • Fátima do Sul (+124)
  • Ponta Porã (+110)
  • Angélica (+102)
  • Nova Alvorada do Sul (+89)
  • Eldorado (+83)
  • Rio Brilhante (+81)

Por outro lado, em outros 23 municípios as atividades industriais registraram saldo negativo, proporcionando o fechamento de 1.169 vagas. Entre as cidades com saldo negativo destacam-se: Ribas do Rio Pardo (-671), Inocência (-112) e Chapadão do Sul (-89).

Hoje, a indústria responde por 24% dos empregos com carteira assinada no Estado, ficando atrás apenas do segmento de serviços, que emprega 264.120 trabalhadores.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO