Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Cidades

Campo Grande tem janeiro mais chuvoso desde 2016 e segue alerta de temporais para MS

Aral Moreira, Itaporã, Miranda e Caarapó também registraram grande volume de chuvas

20 janeiro 2021 - 12h45Por Diana Christie

Esta época do ano é conhecida pelos temporais, mas a média climatológica, calculada até às 22h de ontem (19), já supera janeiro de 2016. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, Campo Grande acumulou 271 mm neste mês. A média de chuva para janeiro é de 225 mm, aproximadamente, a maior desde 2016, quando a cidade recebeu 371,2 mm em 31 dias.

Os temporais atingiram todo o Estado. Segundo o Clima Tempo, somente no começo da madrugada desta quarta-feira (20), a região de Miranda acumulou cerca de 45 mm em apenas 2 horas.

Na região de Aral Moreira, choveu 91mm no período entre 13 horas do dia 19 e 1 hora da madrugada de hoje. Em Itaporã, choveu 98,4 mm entre os dias 17 e 18 de janeiro, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. No mesmo período, a região de Caarapó registrou 65,6 mm.

Áreas de instabilidade continuam ativas sobre o Mato Grosso do Sul provocando mais chuva forte nas próximas 48 horas. Até a quinta-feira, 21 de janeiro, todo Estado continua com muita nebulosidade e as pancadas de chuva acontecem a qualquer hora. Há risco de chuva forte em todas as regiões de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Clima Tempo, a partir da sexta-feira, essas áreas de instabilidade tendem a enfraquecer. Isso vai permitir maiores períodos com sol, mas as pancadas de chuva ainda vão acontecer especialmente à tarde e à noite.