TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Cidades

Chuva afeta 67 mil pessoas e mais de 300 famílias ficam desabrigadas em MS

Estragos

17 dezembro 2015 - 09h54Por Anna Gomes

Com vários estragos, grande prejuízo, e centenas de famílias que precisaram deixar suas próprias casas, as constantes chuvas tem causado sérios danos em Mato Grosso do Sul, principalmente na região Sul do Estado. Ao todo, 55 pontes estão completamente destruídas e pelo menos 40 danificadas.

De acordo com a Cedec (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil), já são mais de 67 mil pessoas afetadas com as chuvas. As rodovias também foram afetadas, o número soma 27 estradas destruídas e outras 140 com estragos. Os números que mais assustam são os das famílias que foram castigadas, 130 famílias estão desabrigadas, ou seja, buscando ajuda em abrigos públicos e outras 189 desalojadas, instaladas em parentes, por exemplo.

Ao todo, 20 municípios já decretaram situação de emergência em Mato Grosso do Sul. Segundo a Defesa Civil do Estado, o número pode aumentar ainda nesta semana para 21, com o acréscimo de Laguna Carapã.

Ainda conforme a Defesa Civil, 14 municípios em situação de emergência já foram reconhecidos pelo Governo Federal. Os outros seis decretaram emergência sem a intermediação do órgão.

No primeiro levantamento da Defesa Civil, ainda com apenas os 14 municípios atingidos, o prejuízo já somava cerca de R$ 115 milhões. Agora, com as outras cidades também decretando situação de emergência, o valor deve ficar ainda maior.

Os primeiros municípios atingidos foram Tacuru, Naviraí, Coronel Sapucaia, Amambai, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, Iguatemi, Novo Horizonte do Sul, Juti, Aral Moreira, Eldorado, Itaquiraí e Japorã. Agora, Mundo Novo, Jardim Bela Vista, Deodápolis. Agora, Mundo Novo, Jardim, Bela Vista, Deodápolis, Campo Grande e Fátima do Sul também decretaram.

Ainda conforme a Defesa Civil, o Governo Federal enviará cerca de 1,7 mil kits de ajuda humanitária para auxiliar as famílias afetadas pela enchente em Mato Grosso do Sul. O kits já vão começar a ser entregues no município de Jardim que ficou bastante afetado. A intenção é ajudar os mais necessitados, dar apoio para as famílias desabrigadas, enviando telhas, lonas, colchões e produtos de higiene.