TJMS AGOSTO
Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Cidades

Ciclone bomba vai embora e MS respira tranquilo

Fenômeno deixou 12 mortos e marcas históricas

05 julho 2020 - 10h28Por Vinícius Squinelo

O fenômeno apelidado de ‘ciclone bomba’ deixa o Brasil, para alívio de Mato Grosso do Sul. Santa Catarina, no Sul do País, não teve a mesma sorte e viveu um verdadeiro terror, com 12 mortes e rastro de destruição.

O presidente Jair Bolsonaro, inclusive, visitou as áreas afetadas ontem (4) em sobrevoo de helicóptero. O parecer de especialistas é que o fenômeno climático já deixou o Brasil.

Quem respira aliviado é MS. Por aqui, houve efeitos indiretos, como ventanias acima do normal, inclusive na capital Campo Grande.

O Estado teve até alerta emitido pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, o Centec-MS. Toda área sul de Mato Grosso do Sul estava em ‘alerta vermelho’.

Por aqui, foram registrados ventos de até 59 km/h na Capital. No interior, uma morte pode ter relação com o ciclone bomba. Trata-se de um trabalhador rural, de 58 anos, que foi atingido por uma árvore, durante um vendaval, nesta terça-feira, na região entre Dourados e Ponta Porã

Leia Também

Equipes buscam por vítimas de explosão que deixou mais de 100 mortos e 4 mil feridos no Líbano
Geral
Equipes buscam por vítimas de explosão que deixou mais de 100 mortos e 4 mil feridos no Líbano
São Gabriel do Oeste vai instalar cinco leitos de UTI-Covid
Cidades
São Gabriel do Oeste vai instalar cinco leitos de UTI-Covid
Cantor de MS faz live ao lado da banda Sepultura nesta quarta-feira
Cultura
Cantor de MS faz live ao lado da banda Sepultura nesta quarta-feira
Bandido se passa por filha no WhatsApp e arranca R$ 6 mil de família em Campo Grande
Polícia
Bandido se passa por filha no WhatsApp e arranca R$ 6 mil de família em Campo Grande