Menu
domingo, 17 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Cidades

Com direito a fruta típica, Porto Murtinho quer figurar na rota turística de MS

Greifo, fruta cítrica, é capaz de produzir diversas receitas e ajudar no turismo gastronômico; cidade ainda pode entrar na rota com observação de aves

04 abril 2021 - 15h15Por Vinicius Costa

A cidade de Porto Murtinho vislumbra a possibilidade de entrar no cenário turístico de Mato Grosso do Sul e, para isso, conta com a gastronomia diferente: o 'greifo', fruta cítrica capaz de produzir diversos pratos, receitas e, se bem aproveitada, pode contribuir para o turismo gastronômico.

A potencialidade na fruta foi descoberta por pesquisadores que decidiram buscar novos 'talentos' no Estado, capazes de serem destinos turísticos de pessoas de fora de Mato Grosso do Sul.

O projeto em questão chama-se 'Corredor Bioceânico', desenvolvido pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e contribui para o plano de levar Porto Murtinho ao cenário turístico.

Pesquisadores foram ao município entre os dias 25 e 26 de fevereiro levantar dados e avaliar as atividades turísticas. Participaram os acadêmicos Luiz Augusto Silva e Júlia Montes, do curso de Turismo da UFMS, além do coordenador do projeto, Erick Wilke e a professora Débora Fittipaldi Gonçalves, da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Por causa da pandemia, as reuniões com representantes de associações, empresários de hotéis, ranchos, pousas, restaurantes, feirantes, transporte turístico e representantes do poder público aconteceu com a presença de poucos integrantes e cada um por vez.

"Ouvimos as dificuldades e os anseios de cada segmento e das comunidades locais e também apresentamos dados sobre o Corredor Bioceânico, porque muitas pessoas desconhecem o que a rota representa de fato, e falamos sobre as oportunidades e desafios para o turismo no município, e a necessidade de se organizar para a recepção de um fluxo maior de pessoas", destacou o Wilke.

O pesquisador reforçou que a criação de associações deve ser considerada essencial para ajudar o Conselho de Turismo do município e alavancar as ações propostas no plano de turismo que, segundo Erick, "em breve deve ser constituído".

“Além de identificar potencialidades e desafios para o turismo, o levantamento que estamos realizando a partir da rota bioceânica vai trazer respostas para questões que serão abordadas no Plano Municipal de Turismo do município”, declarou a pesquisadora Débora Fittipaldi.

Fruta típica

Fittipaldi reconheceu que muitas pessoas não conhecem o greifo, fruta típica de Porto Murtinho que pode expandir a questão gastronômica da cidade. Ele ainda lembrou de outras questões, como a observação de aves.

“Há possibilidades para o turismo de observação de aves, para o turismo de experiência, de elaboração de city tour e do turismo gastronômico, por exemplo. Em Porto Murtinho, tem uma fruta típica local, que é o greifo, e há diversas receitas com essa fruta que podem contribuir para o aprimoramento do turismo gastronômico”, conclui.

Corredor bioceânico

O Corredor Bioceânico consiste em uma rota rodoviária que possibilitará a conexão viária do Centro-Oeste brasileiro aos portos chilenos de Antofagasta e Iquique, no Pacífico. O trajeto passará por cidades do Brasil, Paraguai, Argentina e Chile.

Leia Também

Influenciador reage a ataque homofóbico e dá mata-leão em agressor em SC
SUSPEITO DEU OS TRÊS TAPINHAS
Influenciador reage a ataque homofóbico e dá mata-leão em agressor em SC
Tímido em Mato Grosso do Sul, MBL tenta emplacar 3ª via: ‘nem Lula e nem Bolsonaro’
Política
Tímido em Mato Grosso do Sul, MBL tenta emplacar 3ª via: ‘nem Lula e nem Bolsonaro’
Rede Estadual orienta diretores sobre danos da tempestade e mantém aulas nesta 2ª feira
Cidades
Rede Estadual orienta diretores sobre danos da tempestade e mantém aulas nesta 2ª feira
Prefeitura dá resposta rápida a danos mais urgentes da tempestade em Campo Grande
Campo Grande
Prefeitura dá resposta rápida a danos mais urgentes da tempestade em Campo Grande