(67) 99826-0686
Origem - entregas

Com presença de ministro, Turine toma posse da reitoria da UFMS

A cerimônia foi realizada em Brasília na manhã desta sexta-feira

4 NOV 2016
Diana Christie e Vinícius Squinelo
13h55min
Foto: Repórter Top

O professor Marcelo Augusto Santo Turine tomou posse, na manhã desta sexta-feira (4), como o novo reitor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). A cerimônia foi realizada em Brasília, com a presença do Ministro da Educação, Mendonça Filho. O mandato é de quatro anos.

Turine defende uma gestão baseada no diálogo e na transparência, com projeto de fortalecer o papel da academia como agente do desenvolvimento socioeconômico da região sul-mato-grossense. Para Turine e para a vice-reitora Camila Ítavo, a UFMS precisa se integrar com o mercado, buscando parcerias para gerar novos conhecimentos científicos, tecnologia e inovação, tornando-a referência de ensino, pesquisa e extensão do Centro-Oeste.

Entre os projetos para a UFMS, o reitor considera a possibilidade de mudar as regras de ingresso na universidade. “Hoje a forma de ingresso é 100% Sisu, mas pensamos que talvez o ideal seja o sistema misto, como já está sendo adotado por algumas universidades do país. Na região da fronteira, por exemplo, há muitos alunos de outros países que estudam no Brasil, mas não fazem o Enem pelas dificuldades no sistema. Pensando nisso e em outras situações, sem excluir vagas no ingresso pelo Enem, mais oportunidades poderiam ser dadas através de provas da própria UFMS”.

Foto: Repórter Top

Até mesmo um projeto semelhante ao modelo norte-americano está em estudo. “Além disso, é uma opção criar um sistema onde todo ano durante o ensino médio o estudante faz uma prova, somando os resultados na terceira fase. A média dessas provas daria o acesso à universidade, atraindo mais jovens para a formação acadêmica”, explica.

Turine e Ítavo também planejam implantar a Agência de Desenvolvimento e Relações Internacionais, que auxiliará a universidade na captação de recursos e no gerenciamento de projetos externos. De acordo com o novo reitor, será o portfólio institucional de competências da instituição, servindo de vitrine tecnológica para auxiliar na captação de parcerias com o setor produtivo e governos municipal e estadual.

Veja também