Menu
domingo, 16 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Cidades

Começa o verão, temporada de muito calor e chuva em todo MS

22 dezembro 2015 - 18h15Por Amanda Amaral

A partir de hoje, até o dia 20 de março de 2016, estamos em pleno verão . As altas temperaturas já eram registradas nas últimas semanas e devem continuar pelos próximos meses em Mato Grosso do Sul, quando os dias costumam ser mais longos que as noites e é comum a ocorrência de chuva forte e de curta duração nos finais de tarde. Considerando o aumento da temperatura do ar sobre o continente, estas chuvas são acompanhadas por trovoadas e rajadas de vento na região centro-oeste.

Conforme informações do Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul (Cemtec-MS), esse verão será influenciado pelo fenômeno oceano-atmosférico El Niño, portanto, as chuvas serão acima da média nos quatro meses da estação, especialmente no sul do Estado. As chuvas de verão podem estar associadas à passagem de sistemas frontais e à formação do sistema meteorológico conhecido por Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), cuja principal característica é a ocorrência de chuvas por vários dias, resultando em enchentes e deslizamentos de terra.

Em Campo Grande, as médias históricas de chuvas para os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março, são, respectivamente: 224,9 mm, 231,9 mm, 174 mm e 151,5 mm. O veranico (períodos de estiagem com duração de 7 a 15 dias), comum nessa época do ano, terá mais chances de acontecer no mês de março, quando o fenômeno El Niño ficará mais fraco. Em todo o Estado, as chuvas variam de 109 mm a 300,9 mm, segundo os dados históricos.

A previsão para a última semana de 2015 na Capital é de dias abafados, quentes e com as tradicionais chuvas rápidas e intensas. Amanhã (22) e até ao menos a quinta-feira (24), véspera de Natal, os termômetros devem registrar a temperatura mínima de 21ºC e máxima de 33ºC, segundo dados do ClimaTempo. A partir de sábado (27) até o último dia do ano (31), o calor deve aumentar ainda mais, com temperaturas chegando aos 37ºC, acompanhando chuva fraca ou moderada.

Até o final do mês de dezembro, as temperaturas ficarão acima da média histórica da região central, bolsão e sudoeste. As máximas podem atingir os 38ºC, com sensação térmica de mais de 40ºC. Mesmo nesse período de chuvas, que ainda devem cair em dezembro e boa parte de janeiro, haverá dias em que a umidade relativa do ar exigirá atenção, entre os 20 e 30%. A chuva deve atingir principalmente as regiões sul e sudoeste.