TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Comissão da OAB/MS participa de debates em defesa da população LGBT

LGBT

4 DEZ 2013
Carlos Guessy
18h41min
O plenário Edroim Veredito ficou lotado na noite de ontem. Foto: David Andrade

Representantes de diversos segmentos da sociedade campo-grandense debateram políticas públicas para a população Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT) durante audiência pública nessa terça-feira (3) na Câmara Municipal.

O encontro discutiu como poder público, tanto legislativo quanto o executivo, podem promover a cidadania, principalmente ações de enfrentamento à discriminação e à violência, promoção de cidadania, criminalização da homofobia, dentre outros assuntos.

"Eu fiz questão de participar dessa reunião aqui na câmara. Sou heterossexual, e apoio as causas gays. Temos que parar de ficar cuidando a vida dos outros. Fomos feito para amar, não interessa se é mulher com mulher, homem com homem. Somos livre e cada um escolhe o que te faz bem", disse o acadêmico de veterinária Luiz Patrício, 28 anos.

O presidente da Comissão de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Júlio Cesar Valcanaia, destaca que muitos grupos sofrem discriminação e que a bandeira é por uma causa humana.

“É uma defesa por medidas e ações para que, no mínimo, os membros desses grupos sejam elevados ao patamar de cidadãos. Enquanto representes da sociedade, queremos respeito para que não haja violação dos direitos humanos e que possamos viver em uma sociedade mais fraterna”, disse.

Para o representante comercial, Denis Willian, é importante participar desses movimentos, "Eu faço parte da Ong Apolo. Estamos em peso aqui no plenário para buscar os nosso direitos".

Júlio Valcanaia participa nesta quinta-feira (04) do I Seminário do GEPSEX - Grupo de Estudos e Pesquisas em Sexualidades, Educação e Gênero da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). O evento acontece a partir das 19h no anfiteatro do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS) na universidade.

Participaram também da audiência, a vice-presidente da Comissão da OAB, Luiza Carolen Cavaglieri, o membro Henrique Maia e representantes do Ministério Público Estadual (MPE) e da Prefeitura Municipal.

Veja também