TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
segunda, 19 de abril de 2021
COVID CONFLITO
Cidades

Conselho de MS pede inclusão de veterinários no plano de imunização

Pelo menos sete municípios não estão vacinando os profissionais e ofício encaminhado requer ao menos 400 doses para imunização

08 abril 2021 - 13h45Por Vinicius Costa

O CRMV-MS (Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul) pediu a inclusão dos médicos-veterinários na primeira fase do plano de imunização contra a covid-19. Um ofício foi encaminhado para a SES (Secretaria de Estado de Saúde) alegando que alguns municípios não estão cumprindo com o Plano Nacional de Imunização.

O Conselho esclarece que haveria necessidade de pelo menos 400 doses de vacina para contemplar os profissionais de saúde e que a imunização seria inquestionável, visto que na visão do presidente do CRMV-MS, Rodrigo Piva, o profissional atua em diversas frentes.

A divisão das doses, segundo o conselho, ficaria da seguinte maneira: 60 vacinas enviadas para Coxim, 59 para Paranaíba, 93 para Nova Andradina, 22 para Rio Verde de Mato Grosso, 4 para Jateí, 29 para Aparecida do Taboado, 50 para Bataguassu e 52 para São Gabriel do Oeste.

“Não queremos passar na frente de nenhum grupo prioritário, nosso pedido é para que os médicos-veterinários sejam vacinados nesta primeira fase. Esse foi o pedido que fizemos à SES, que faça o reforço junto aos secretários municipais de saúde a importância de se vacinar os veterinários".

Conforme a Resolução do Conselho Nacional de Saúde, n°287, de 8 de outubro de 1998, a medicina veterinária faz parte das profissão da área de saúde. "Solicitamos que todos os postos de Mato Grosso do Sul disponibilizem a vacina e orientamos que para ter direito, basta o veterinário apresentar sua carteira de identidade profissional", acrescentou Piva.