Menu
domingo, 17 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Cidades

Convênio leva residentes de medicina para unidades de saúde de 22 cidades de MS

Ao todo, 48 acadêmicos ficarão em 15 internatos regionais

06 fevereiro 2020 - 16h17Por Thiago de Souza e Willian Leite

Convênio entre a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e o Governo de MS vai levar residentes de medicina para atender em unidades de saúde de mais de 20 cidades de MS. O documento foi assinado na tarde desta quinta-feira (6), com a presença de 21 prefeitos do interior.

Conforme divulgado pelas partes, serão criados 15 internatos regionais, que abrigarão 48  acadêmicos do sexto ano do curso. Eles serão divididos em 12 grupos e vão estagiar  em  unidades de saúde de 25 municípios, em forma de revezamento. Os custos serão cobertos pelo governo de MS.

A medida foi elogiada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

''Este convênio é o cumprimento de mais uma etapa para os formandos da turma de 2015 do curso de Medicina da UEMS. Eles, que estão no final da vida acadêmica, agora poderão exercer na prática o que aprenderam na universidade'', explicou Azambuja.  

O tucano ressaltou ainda que é de extrema importância o contato direto entre os estudantes em fase final do curso com os pacientes, aprimorando ainda mais a vida profissional dos formandos.

''Este ano nada mais é do que o fortalecimento da Saúde em cidades do interior do estado'', concluiu Reinaldo.  

48 residentes foram selecionados para participar do programa. (Foto: Willian Leite)

O reitor da UEMS, Laércio Alves de Carvalho, diz que a parceria feita com o governo é um momento de muita emoção e alegria.

''As 45 cidades que serão beneficiadas com esse convênio farão parte de um modelo de 'estágio regional piloto'. Acreditamos que, os que vão receber nossos acadêmicos de medicina serão atendidos da forma que merecem, uma vez que esta é  nossa missão, levar a educação pública de qualidade para Mato Grosso do Sul''.

Fábio Barreto, coordenador do curso de medicina na UEMS, afirma que, na prática, são médicos generalistas que irão ter acesso ao Sistema Único de Saúde e assim proporcionando qualidade no atendimento para o cidadão do interior do MS.

Além dos prefeitos de várias cidades do interior, estavam no evento o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul, Jaime Verruck, o secretário Especial do  Governo, Carlos Alberto Assis, e o chefe da Casa Civil, Eduardo Riedel. Deputados estaduais e federais também estiveram na assinatura do convênio.

Leia Também

Influenciador reage a ataque homofóbico e dá mata-leão em agressor em SC
SUSPEITO DEU OS TRÊS TAPINHAS
Influenciador reage a ataque homofóbico e dá mata-leão em agressor em SC
Tímido em Mato Grosso do Sul, MBL tenta emplacar 3ª via: ‘nem Lula e nem Bolsonaro’
Política
Tímido em Mato Grosso do Sul, MBL tenta emplacar 3ª via: ‘nem Lula e nem Bolsonaro’
Rede Estadual orienta diretores sobre danos da tempestade e mantém aulas nesta 2ª feira
Cidades
Rede Estadual orienta diretores sobre danos da tempestade e mantém aulas nesta 2ª feira
Prefeitura dá resposta rápida a danos mais urgentes da tempestade em Campo Grande
Campo Grande
Prefeitura dá resposta rápida a danos mais urgentes da tempestade em Campo Grande