TCE MAIO
(67) 99826-0686
Camara Maio

Criança portadora de hidrocefalia em MT consegue atendimento no Paraná

Doença rara

14 JAN 2014
Repórter MT
15h16min
Foto: Repórter MT

O pai da pequena Maria Clara de 2,5 anos que sofre de hidrocefalia, Claudemir Dias da Silva conseguiu apoio para o tratamento da filha. Os dois residem em Alta Floresta (MT) distante 774 km da Capital e a doença foi progredindo em razão da falta de tratamento especializado.

 

 Na data de ontem (13), ambos chegaram a Cuiabá para fazer uma avaliação médica e foram encaminhados para Curitiba (PR). O caso ganhou repercussão e comoveu a sociedade mato-grossense depois de ser veiculado e denunciado no Conselho Estadual dos Direitos da Criança (CEDCA).

 

A expectativa do pai é grande que aguarda ansioso por uma forma de tratar a pequena Maria Clara. “Estou muito esperançoso, quero mesmo a ver andando e brincando como uma criança normal”, declarou.  No mesmo dia em que chegou a Cuiabá, a criança foi avaliada por um neurologista do Hospital Geral Universitário e posteriormente encaminhada para capital paranaense, por opção do pai.

 

Claudemir veio acompanhado por uma vizinha da família e pela assistente social de Cuiabá, Edite Rocha. “Depois que tive conhecimento do caso fui até a cidade da família para auxiliar no tratamento, vou acompanha-los até Curitiba”, disse Judite.  Na capital paranaense, Maria Clara será atendida e operada pelo médico neurologista Ralf Steind. “Esse médico já é conhecido por tratar casos como o de Maria Clara. Recentemente uma criança com a mesma doença foi operada e já esta se recuperando bem”, diz Edite.

 

Maria Clara ficará por tempo indeterminado em Curitiba. A data para a viagem da menina ainda não foi marcada, pois a avaliação médica é necessária para a liberação. Mas todo o tratamento já foi garantido por intercessão do Conselho Estadual dos Direitos da Criança.

Veja também