TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
quarta, 25 de maio de 2022 Campo Grande/MS
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022
Cidades

Lutando pela vida: mesmo após 2 transplantes, leucemia volta e jovem precisa fazer tratamento em SP

Antes de seguir para Jaú, a jovem precisa passar por 60 sessões de quimioterapia na Capital

20 novembro 2018 - 07h00Por Rodson Willyams

Os amigos de Fabíola Cristina Jesus Escobar, 27 anos, estão pedindo doações por meio de uma 'vaquinha online' para ajudar no custeio do tratamento da jovem que luta contra a leucemia há cinco anos. A jovem já teria feito dois transplantes de medula óssea e mais de 150 sessões de quimioterapia, mas mesmo assim, a doença retornou. Decidida a viver, a jovem quer continuar o tratamento em Jaú, interior do Estado de São Paulo, e buscar pelo terceiro transplante. 

A amiga Larissa Paiva informa que a jovem está internada no Hospital Regional e que, mesmo em um hospital público, ela precisa de tratamento específico. "Ela tem um gasto muito alto, porque precisa de pomada e de outros medicamentos que são caros. Como nem sempre aparece veia, ela também precisa do auxílio de um aparelho importado que ajuda a achar melhor e que não tem no hospital. Por isso, estamos arrecadando fundos". 

Antes de seguir para Jaú, a jovem precisa passar por 60 sessões de quimioterapia em Campo Grande. "E se ela estiver em condições, segue para São Paulo para continuar o tratamento para conseguir fazer o terceiro transplante", explica. 

Amigos também disponibilizaram uma conta poupança. Foto: Reprodução/Facebook.

Fabíola é noiva há seis anos, mas embora o namorado esteja presente, acaba ficando sozinha no hospital. Os amigos relatam que o irmão que sempre a acompanhou durante as internações faleceu em um acidente de motocicleta. O pai não é presente, o irmão mais velho é caminhoneiro e a mãe cuida do avô que é acamado. E por isso, fica sozinha por muitas vezes.

Em razão da doença, a jovem acabou perdendo a bolsa que tinha na faculdade, no curso de Direito. "Mas se esforça pra manter uma sobrevida. Hoje ela está decidida a continuar viva e disposta a recomeçar todo o tratamento com quimio para assim que entrar em remissão fazer outro transplante. Mas antes disso ela quer realizar o sonho de se casar", diz a mensagem no Vakinha Online, site de arrecadação de dinheiro.

"Quem não puder contribuir financeiramente, podem fazer uma oração por ela. Ou compartilhar", pedem os amigos. Para contribuir basta clicar aqui