Menu
terça, 20 de outubro de 2020
Cidades

Em Três Lagoas, túmulo de cantor tem até palco e toca chamamé para visitantes

O túmulo diferentão vem atraindo visitantes no Cemitério Santo Antônio

18 outubro 2020 - 17h50Por Rayani Santa Cruz

Em Três Lagoas, o túmulo do falecido músico e compositor Amilton Rondon de Souza, o Brancão, se transformou em palco para visitantes no Cemitério Municipal Santo Antônio.

Conforme o site Hoje Mais, após o sepultamento no dia 31 de janeiro de 2018, o local teve incrementos como a instalação de um toldo verde escrito o nome dele. Ao chegar próximo ao túmulo, um sensor aciona o tocar do bandoneon com a música ‘Linda’, de autoria dele.

A canção tocada no túmulo de Brancão foi composta em 1983 e nomeada pelo amigo Zé Rico (da dupla Milionário e José Rico), além de ser abertura do Festival da América do Sul de Música (na cidade de Corumbá) por seis anos consecutivos.  

A cidade tem orgulho do cantor que dominava rodas de chamamé desde os 13 anos. Brancão morreu aos 72 anos, com cinco discos gravados. Ele também deixou 60 músicas inéditas e uma delas é “Alma de Três Lagoas”.

Conforme o site, além de despertar curiosos, a música que toca no túmulo é mais uma homenagem para quem passa.

 

Leia Também

Ravi luta pela vida em hospital e família pede corrente de orações em Campo Grande
Cidade Morena
Ravi luta pela vida em hospital e família pede corrente de orações em Campo Grande
Chove em bairros de Campo Grande e água não vai dar trégua até sábado
Cidade Morena
Chove em bairros de Campo Grande e água não vai dar trégua até sábado
Estudantes pedem ajuda de Pedro Kemp para UFMS aceitar Sisu em 2021
Cidades
Estudantes pedem ajuda de Pedro Kemp para UFMS aceitar Sisu em 2021
Menino de três anos afogado em clube segue em estado gravíssimo em Campo Grande
Cidade Morena
Menino de três anos afogado em clube segue em estado gravíssimo em Campo Grande