Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Cidades

Empresas de MS podem se inscrever no programa vale-cultura

Cultura

29 outubro 2013 - 15h52Por Leticia Daniel
Empresas de MS podem se inscrever no programa vale-cultura

O Ministério da Cultura abriu cadastramento para empresas interessadas a oferecer, mensalmente, o vale-cultura a seus funcionários. Em um mês de abertura do credenciamento nacional, várias empresas já aderiram ao benefício na Capital. O programa do governo federal garante ao trabalhador, contratado pelo Regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o direito a R$ 50 mensais para compra de livros, instrumentos musicais, entre outros. 

 

Segundo o programa, o Vale-Cultura é um benefício que será destinado prioritariamente a todos os trabalhadores que ganham até cinco salários mínimos. Neste caso, os descontos sobre os salários serão de cerca de R$ 5, podendo variar de 2% a 10%, conforme a faixa de ganhos.

 

Os demais funcionários que recebem acima de R$ 3.390 também poderão ter acesso ao programa, sob a condição de que todos os empregados do grupo preferencial estejam recebendo o benefício. Acima de cinco salários mínimos, os valores de descontos serão maiores e variam de 20% a 90%.

 

O crédito será concedido ao trabalhador através de um cartão magnético que chegará na empresa. O objetivo é garantir meios de acesso e participação nas diversas atividades culturais desenvolvidas no Brasil.

 

Veja a lista completa de onde usar o vale-cultura:

•Artesanato;

Cinema;

•Cursos de artes, audiovisual, circo, dança, fotografia, música, teatro, literatura;

•Disco e DVD;

•Escultura;

•Espetáculos de circo, dança, teatro, musical;

•Equipamentos de artes visuais;

•Instrumentos musicais;

•Exposições de arte;

•Festas populares;

•Fotografias, quadros, gravuras;

•Livros;

•Partituras;

•Jornais e revistas.

O cadastro ao vale-cultura pode ser efetuado através do link: vale.cultura.gov.br

Leia Também

Filha de cantora Vanusa pede ajuda de R$ 150 mil para comprar casa para viver com a mãe
Geral
Filha de cantora Vanusa pede ajuda de R$ 150 mil para comprar casa para viver com a mãe
Funcionário não aceita demissão e ameaça fazendeiro
Interior
Funcionário não aceita demissão e ameaça fazendeiro
SEM NOÇÃO: Desembargador que humilhou guarda volta a sair sem máscara e ironiza
Geral
SEM NOÇÃO: Desembargador que humilhou guarda volta a sair sem máscara e ironiza
MATO GROSSO DO SUL DE LUTO: Estado passa dos 29 mil casos do coronavírus
CORONAVÍRUS
MATO GROSSO DO SUL DE LUTO: Estado passa dos 29 mil casos do coronavírus