(67) 99826-0686
Reviva centro

Erosão no Córrego Prosa na Fernando Corrêa corre risco de desmoronamento

Erosão

19 JAN 2014
Carlos Guessy e Marcelo Villalba
15h00min
Foto: Marcelo Villalba

O risco de desabamento no cruzamento da avenida Fernando Corrêa da Costa com a rua José Antônio, no bairro Itanhangá Park, fez com que a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), interditassem a pista da esquerda, no sentido bairro-centro.

Segundo informações de funcionários que trabalham próximo a erosão, ontem, (19), uma máquina era usada para tentar conter o avanço da erosão. "Eles trabalharam bem pouco, devido a garoa que tinha começado e pararam", afirmou Roberto de Moura, que trabalha em uma oficina próxima ao local.

As margens do córrego Prosa cederam com as chuvas da semana passada que caiu torrencialmente na Capital. A prefeitura municipal só começou nas intervenções na última sexta-feira (17).

Os funcionários cobriram as margens com lonas para evitar que a terra vermelha cedesse ainda mais, já que as previsões são de mais pancadas de chuva durante a semana toda em Campo Grande.

Após o termino dessa primeira etapa de conter a erosão, começam a reconstrução da estrutura de concreto que cedeu, afirma o secretário municipal de Obras, Semy Ferraz. Ele ainda disse que  "Não há risco do buraco engolir a passarela ou a pista".

A estrutura segura as margens do córrego naquele trecho. Durante todo este trabalho, uma das pistas da avenida continuará interditada.

"Eu sempre passo por aqui para ir à faculdade. Corto caminho e evito passar pela Afonso Pena. Agora com essa meia pista eu tenho medo de desmoronar tudo. Vou fazer outros caminhos", afirma a acadêmica de direito, Daniely Albres.


O desabamento das margens do córrego também afetou a passarela, destinada aos pedestres que cruzam pelo caminho. "Se continuar chovendo desse jeito, será inevitável o desabamento. É bom evitar essa área. Agora para ir na conveniência do posto de gasolina eu atravesso do outro lado. Ando um pouco, porém é seguro", finaliza a dona de casa, Ana Cláudia.

Foto: Marcelo Villalba
Foto: Marcelo Villalba
Foto: Marcelo VillalbaFoto: Marcelo VillalbaFoto: Marcelo VillalbaFoto: Marcelo Villalba

Veja também