(67) 99826-0686

Funcionárias da Seleta e Omep fazem manifestação contra demissões

Sindicato realizará novo protesto na segunda-feira

17 DEZ 2016
Kerolyn Araújo
12h16min
Foto: Repórter Top

Aproximadamente 500 recreadoras participaram, na manhã deste sábado (17), de uma manifestação na área central da cidade contra as demissões em massa de funcionárias da Seleta (Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária) e Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar). Um novo protesto está previsto para a próxima segunda-feira (20), às 9h, na Praça do Rádio Clube.

Recreadora do Ceinf (Centro de Educação Infantil) Cláudio Marcos Mancini, Zilda Souza Lima, 55 anos, faz parte das quatro mil funcionárias que serão demitidas e participou do protesto na manhã deste sábado. Ela afirmou que o sentimento é de revolta. "A demissão a gente aceita, o que não aceitamos é esse descaso, que nos demitam sem pagar os nossos direitos", explicou.

De acordo com a presidente do Senalba-MS (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação de Formação Profissional no Estado de Mato Grosso do Sul), Maria Joana Barreto Pereira, a manifestação será uma maneira de cobrar os direitos das servidoras. 

''Estamos sofrendo muito e buscando soluções. Queremos que a rescisão e todos os direitos sejam pagos. Essas funcionárias dedicaram anos de trabalho ao município e não podem ser jogadas no lixo como estão fazendo", ressaltou.

Segundo a sindicalista, a categoria moverá uma ação coletiva na Justiça do Trabalho para garantir que todos os vencimentos serão pagos devidamente. Para a manifestação de segunda-feira são esperadas três mil pessoas. 

Veja também