Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Cidades

Greve fecha 63 agências em Campo Grande e região, diz sindicato

07 outubro 2015 - 09h29Por Izabela Sanchez

O número de agências fechadas na Capital e em algumas cidades próximas, segundo o sindicato dos bancários, já chega a 63. A tendência é que essa quantidade aumente nos próximos dias. A greve dos bancários foi deflagrada na terça-feira (6), em todo o país.

O presidente do Sindicato dos bancários de Campo Grande e região, Edvaldo Franco Barros, afirma que a greve não tem previsão para acabar, especialmente porque, de acordo com ele, não houve nenhum contato por parte da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), o que demonstra falta de interesse nas negociações.

“Alguns serviços, como saques de dinheiro na boca do caixa, também podem ser alterados. Isso se deve, principalmente, por conta da demanda de início de mês”, comentou Edvaldo. Na cidade de Corumbá, alguns clientes já reclamaram que não conseguirem sacar dinheiro, por falta de cédulas nos caixas.

Os bancários pedem melhorias e o fim da precarização do trabalho, entre elas o fim das metas abusivas. 16% de reajuste, incluso 5,6% de aumento real e 9,88% referentes à perda da inflação; valorização do piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (Departamento intersindical de estatística e estudos socioeconômicos) e aumento no PLR (Participação nos Lucros e Resultados), também são algumas das reivindicações da categoria.