Menu
domingo, 09 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Cidades

Imasul investiga origem de material que impede navegação no Rio Miranda

Obstrução ocorre na altura da Ponte do Calcário

13 janeiro 2020 - 16h34Por Thiago de Souza

Aglomeração de material orgânico tem impedido a navegação na calha do Rio Miranda desde o final de semana, 11 e 12 de janeiro. O fenômeno é conhecido na região, mas os técnicos do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul investigam a origem de tanto material acumulado.

Conforme o comandante da Polícia Militar Ambiental em Miranda, tenente Antonio Rondon da Silva, o acúmulo desse material ocorre principalmente nos meses mais chuvosos. O obstrução da navegação ocorre na altura da Ponte do Calcário, na área urbana da cidade.

Ainda segundo Silva, o máquinas da prefeitura local retiram o material dos pontos afetados.

O secretário adjunto da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar), Ricardo Senna, salienta que o material é composto basicamente por vegetação nativa das margens do rio, como taquaras e bambus.

Ainda segundo Senna, as fortes chuvas das últimas semanas podem ter causado o fenômeno, mas também podem ser efeito das queimadas que atingiram o Pantanal com grande intensidade. Neste último caso, as enxurradas podem ter arrastado o material lenhoso para a calha do rio.

''Mas de qualquer forma, a ocorrência será investigada pelos técnicos'', garantiu o adjunto Senna.

 

 

 

Leia Também

Brasil registra 572 novas mortes por covid-19 em 24 horas
Saúde
Brasil registra 572 novas mortes por covid-19 em 24 horas
Dia dos Pais: ‘Ramão véio’ é lenda viva na família Santa Cruz
Algo mais
Dia dos Pais: ‘Ramão véio’ é lenda viva na família Santa Cruz
Brasil tem 572 mortes por covid em 24 horas e total vai a 101.049 neste domingo
Geral
Brasil tem 572 mortes por covid em 24 horas e total vai a 101.049 neste domingo
Baiano, o 'pipoqueiro do Auxiliadora', perde a luta contra a covid aos 89 anos
In Memoriam
Baiano, o 'pipoqueiro do Auxiliadora', perde a luta contra a covid aos 89 anos