TCE SETEMBRO
Menu
sexta, 24 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Cidades

Justiça determina a instalação de 2 leitos de UTI Neonatal

Unidade de urgência deve ser implantada em 120 dias, sob pena de multa diária de R$ 10 mil

12 dezembro 2016 - 15h31Por MPF

O Ministério Público Federal (MPF) conseguiu liminar na Justiça que obriga a União, o Estado de Mato Grosso do Sul, o Município de Três Lagoas (MS) e a Sociedade Beneficente do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora a implantarem, pelo menos, dois leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal no sistema público de saúde. Os demandados têm 120 dias para disponibilizar equipamentos técnicos e médicos necessários para a implantação dos leitos, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Na liminar, a Justiça determina que a divisão das responsabilidades para a instalação da UTI sejam tomadas administrativamente e que eventuais óbices “não sirvam de pretexto para se negar ou limitar o direito à saúde e à vida”.

Na região do Bolsão, que engloba 11 municípios próximos a Três Lagoas, com mais de 313 mil habitantes, só há leitos de emergência neonatal em um hospital particular. Grávidas e recém-nascidos em situação de risco que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS) são obrigados a se deslocar até Campo Grande para receber atendimento - um percurso de 330 km, realizado em pouco mais de quatro horas.

“Além de contar com a sorte para conseguir um vaga na capital, os pacientes, já com a saúde frágil e debilitada, ainda têm que lutar para que o Município forneça ambulância para o translado - situação dramática que coloca em risco a vida de gestantes e de recém-nascidos”, enfatiza o MPF.

Só até março de 2016, a Prefeitura de Três Lagoas recebeu mais de R$ 6 milhões para investimentos em Procedimentos de Alta e Média Complexidade. Contudo, apesar das verbas federais e da patente necessidade de uma UTI Neonatal pública na região, não havia indicativos de sua efetiva implantação até a liminar ser deferida.

 

Leia Também

Rinaldo vê sensibilidade do Governo e Assembleia na redução do ICMS das contas de luz
Campo Grande
Rinaldo vê sensibilidade do Governo e Assembleia na redução do ICMS das contas de luz
PF em Corumbá prende boliviana envolvida no desastre do avião da Chapecoense
Interior
PF em Corumbá prende boliviana envolvida no desastre do avião da Chapecoense
Jovem que matou amiga com tiro na nuca pega 12 anos de prisão em Ivinhema
Interior
Jovem que matou amiga com tiro na nuca pega 12 anos de prisão em Ivinhema
Pedreiro é executado por dupla em moto em frente de obra em Aral Moreira
Interior
Pedreiro é executado por dupla em moto em frente de obra em Aral Moreira