(67) 99826-0686

Moradores do bairro Marcos Roberto sofrem com descaso do Poder Público

Infraestrutura

3 DEZ 2013
Aline Oliveira e Willian Leite
18h00min
Fotografia: Geovanni Gomes

Os moradores da Travessa Boa Esperança, no bairro Marcos Roberto enfrentam diariamente uma situação de descaso que já dura três anos, dificultando o acesso dos moradores, em razão da falta de asfalto, drenagem pluvial e esgoto.


Indignados com a falta de resposta do poder público, duas vizinhas encaminharam a reclamação na página pessoal do prefeito, com fotos da via. A diarista Solange de Oliveira, 43 anos, postou a foto conduzindo a filha que é deficiente e precisa de cadeira de rodas. "Minhas principais reclamações são o asfalto e o esgoto. É horrível andar pela rua quando vou a igreja. Sofro muito com a falta de infraestrutura da rua e sou sozinha para cuidar da minha filha que precisa de cuidados especiais", alegou.


Quem postou a foto na página pessoal do prefeito foi Maria da Conceição que é vizinha de Solange e também desabafa sobre os procedimentos que já tomou buscando a solução do problema. "Em 2011 fizemos um abaixo assinado com 46 assinaturas pedindo a pavimentação da rua. O então radialista e ex-deputado estadual Alcides Bernal recebeu o documento e se responsabilizou por entregar o documento às autoridades competentes. Desde então não recebemos resposta nenhuma", revelou.

 

 

A dona de casa informou ainda que recebeu a visita de dois vereadores, Eduardo Romero (PT do B) e Chocolate (PP) que também se comprometeram a auxiliar na resolução do problema, protocolando os pedidos dos moradores. "Também não obtivemos resposta e com o gabinete do vereador Chocolate, nos informaram que a solicitação foi entregue a Prefeitura e eles não podiam fazer mais nada. Se você observar bem, nossa rua tem pouco mais de 50 metros, acredito que é simples resolver isso", opinou Conceição.


Já Antenor Batista Gama, 52 anos, operador de máquinas comenta que foram feitas várias tentativas de contato, inclusive com o titular da Seintrha, Semy Ferraz e não receberam nenhum retorno. "Nossa revolta é o descaso com que fomos tratados, chegamos a ir na Seintrha para falar com o secretário e não nos deixaram falar com ele, alegando que precisavamos aguardar. Mas aguardar o que? É isso que queremos saber. Se os documentos já foram entregues por várias vias o que falta para realizar a obra. Na primeira chuva forte deste ano, minha casa e de todos da rua alagou", desabafou.


Na opinião de Conceição o problema maior é a falta de resposta, de retorno, tanto do poder legislativo quanto do Executivo. "O prefeito disse que na administração dele, as pessoas vem em primeiro lugar, porém, não é capaz de responder um simples email. Olha, eu não sei quem administra as redes sociais do Srº Alcides Bernal, mas eles podiam pelo menos responder por educação, dar um prazo. O nosso problema não é questão de promessa de campanha, mas sim de necessidades da população", finalizou.


Retorno das autoridades - A equipe do Top Mídia News entrou em contato com o gabinete do vereador Chocolate e não conseguiu retorno até o fechamento da matéria.


Já no gabinete do parlamentar Eduardo Romero recebemos a informação por meio da assessoria, de que o vereador não foi ao local, nunca foi convidado pelos moradores e que jamais promete soluções que não pode cumprir. No caso dos moradores da Travessa Esperança, o que pode ser feito é a indicação ao Executivo Municipal e fiscalizar o cumprimento da solicitação enviada. O parlamentar se colocou a disposição para enviar uma nova solicitação a Prefeitura e também visitar os moradores.


Entramos em contato com a assessoria da Prefeitura de Campo Grande que ficou de nos dar retorno sobre a situação até amanhã (quarta-feira).

Fotografia: Geovanni Gomes
Fotografia: Geovanni Gomes
Fotografia: Geovanni Gomes

Veja também