TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Morre um dos maiores filantropos da saúde na Capital

Falecimento

12 DEZ 2013
Vanessa Ricarte
07h00min
Sr. Antônio Moraes em assinatura para obras no Hospital do Câncer em 2010. Foto: SMR Engenharia

Uma das figuras mais conhecidas por fazer doações milionárias à saúde na Capital, Antônio Moraes dos Santos morreu, aos 92 anos, na tarde desta quinta, vítima de insuficiência respiratória na Capital após vinte dias internado no Hospital da Unimed.

O pecuarista e filantropo foi fundamental nos investimentos em obras assistenciais direcionadas à melhoria da saúde na Capital.

O corpo de Antônio Moraes está sendo velado no Cemitério Parque das Primaveras e será enterrado na tarde desta quinta-feira.

Nascido em Minas Gerais, há mais de sessenta anos constituiu sua família voltada ao trabalho e à filantropia. Sua filha, a pastora Janete Moraes, é uma das responsáveis por continuar o legado do pai. Antônio Morais observou o sofrimento da população e tornou-se reconhecido por ser dinâmico e empenhado em estabelecer o progresso em Mato Grosso do Sul.

Homem de fibra, Antônio Moraes doou R$15 milhões para o Hospital do Câncer da Capital, sob a administração da Fundação Carmen Prudente. Um ano depois voltou atrás por não obter a garantia de que o prédio doado fosse utilizado exclusivamente para fins assistenciais.

O pecuarista deixa a esposa, Delurce Moraes, além de cinco filhos.

Veja também