Menu
terça, 20 de outubro de 2020
Cidades

Morre um dos maiores filantropos da saúde na Capital

Falecimento

12 dezembro 2013 - 07h00Por Vanessa Ricarte

Uma das figuras mais conhecidas por fazer doações milionárias à saúde na Capital, Antônio Moraes dos Santos morreu, aos 92 anos, na tarde desta quinta, vítima de insuficiência respiratória na Capital após vinte dias internado no Hospital da Unimed.

O pecuarista e filantropo foi fundamental nos investimentos em obras assistenciais direcionadas à melhoria da saúde na Capital.

O corpo de Antônio Moraes está sendo velado no Cemitério Parque das Primaveras e será enterrado na tarde desta quinta-feira.

Nascido em Minas Gerais, há mais de sessenta anos constituiu sua família voltada ao trabalho e à filantropia. Sua filha, a pastora Janete Moraes, é uma das responsáveis por continuar o legado do pai. Antônio Morais observou o sofrimento da população e tornou-se reconhecido por ser dinâmico e empenhado em estabelecer o progresso em Mato Grosso do Sul.

Homem de fibra, Antônio Moraes doou R$15 milhões para o Hospital do Câncer da Capital, sob a administração da Fundação Carmen Prudente. Um ano depois voltou atrás por não obter a garantia de que o prédio doado fosse utilizado exclusivamente para fins assistenciais.

O pecuarista deixa a esposa, Delurce Moraes, além de cinco filhos.

Leia Também

Cuidado: MS está em alerta para tempestade com granizo e alagamentos
Cidades
Cuidado: MS está em alerta para tempestade com granizo e alagamentos
Põe na Ata: Justiça ordena Harfouche a tirar vídeo com ataques a Marquinhos e à imprensa
Cidade Morena
Põe na Ata: Justiça ordena Harfouche a tirar vídeo com ataques a Marquinhos e à imprensa
Brasil tem o primeiro caso oficial de covid-19 em animal; gata vive em Cuiabá
Geral
Brasil tem o primeiro caso oficial de covid-19 em animal; gata vive em Cuiabá
Sindicato rural repudia 'indígenas' por apedrejamento de tratores em Dourados
Interior
Sindicato rural repudia 'indígenas' por apedrejamento de tratores em Dourados