TCE 21 a 27/06/2021
Menu
sexta, 25 de junho de 2021
MEDIDAS RESTRITIVAS 19/06 a 27/06/2021
Cidades

MPMS e UEMS dão início à parceria que visa proteger os rios do Estado

Proteção das Bacias Hidrográficas dos rios Paraná e Paraguai e diagnóstico ambiental dos córregos Curupai e Engano estão entre medidas

22 maio 2019 - 16h48Por MPMS

Na manhã desta quarta-feira (22), o Promotor de Justiça do Núcleo Ambiental Luciano Furtado Loubet se reuniu com representantes da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) para tratar de assuntos relacionados ao Convênio de Cooperação Técnica e Científica firmado entre o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul e a Universidade em março deste.

Este Convênio tem o objetivo de promover o intercâmbio, interação e complementação entre as Instituições e dar suporte científico ao Ministério Público Estadual para a defesa do meio ambiente e na proteção das Bacias  Hidrográficas dos rios Paraná e Paraguai, em especial: elaboração e execução de diagnóstico ambiental dos córregos Curupai e Engano – “Projeto SOS Rios Curupai-Engano”; e implementação do programa CEIPPAM-UEMS (Centro Integrado de Proteção e Pesquisa Ambiental).

Na reunião, os representantes da UEMS Nélison Ferreira Corin, Edwaldo Bazana, Vinicius de Oliveira Ribeiro e Eva Faustino F. M. Barbosa conheceram o trabalho desenvolvido pelo NUGEO (Núcleo de Geotecnologias) que irá auxiliar no fornecimento de dados e diagnósticos das nascestes de rios que vão, futuramente, ser trabalhos na recuperação das matas ciliares e também na implementação em Campo Grande do “Projeto Água para o Futuro” que trata das nascentes urbanas. As deliberações técnicas e de estratégia serão acordadas entre a UEMS e as Promotorias de Justiça da Capital.

Assinatura

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul e a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) firmaram, no dia 11 de março deste ano, Convênio de Cooperação Técnica e Científica com o objetivo de promover a articulação e interação de atividades destinas à proteção do meio ambiente.

O acordo foi firmado pelo Procurador de Justiça Paulo Cezar dos Passos e pelo Reitor da UEMS, Prof. Fábio Edir dos Santos Costa. O ato foi acompanhado pelo Promotor de Justiça do Núcleo Ambiental Luciano Furtado Loubet e representantes da UEMS.

Leia Também

Após prisão, surge terceira vítima do estuprador 'Neguinho' em Campo Grande
CUIDADO, É MUITO PERIGOSO
Após prisão, surge terceira vítima do estuprador 'Neguinho' em Campo Grande
Mortes não param: Brasil perde 2.032 pessoas para a covid em 24 horas
Geral
Mortes não param: Brasil perde 2.032 pessoas para a covid em 24 horas
Faculdade de MS é condenada e terá de pagar R$ 550 mil em indenizações a funcionários
Cidades
Faculdade de MS é condenada e terá de pagar R$ 550 mil em indenizações a funcionários
'Lua de Morango' deixa Campo Grande mais bela e é a última superlua do ano
Cidade Morena
'Lua de Morango' deixa Campo Grande mais bela e é a última superlua do ano