Menu
Busca sábado, 06 de junho de 2020
Camara - corona
Cidades

Semana começa com MS 'reabrindo' as portas no interior, mesmo com pandemia do coronavírus

Em Campo Grande, prefeito decretou que só depois do dia 6, dependendo dos números de infectados

30 março 2020 - 07h00Por Nathalia Pelzl

Enquanto Campo Grande permanece em quarentena e 'fechada' contra o coronavírus, cidades do interior de Mato Grosso do Sul voltam a abrir as portas já nesta segunda-feita. Em Campo Grande, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) declarou que o comércio não abre.

No entanto, lojas de materiais da construção civil, mercados, farmácias e petshops estão liberados.  Porém, mesmo quem pode abrir as portas deve obedecer a uma série de medidas sanitárias, como o uso constante de álcool em gel e evitar aglomerações no atendimento. Os shoppings de Campo Grande vão permanecer fechados e respeitarão os decretos municipais. Marquinhos ainda pontuou que, conforme os números de infectados foram diminuindo, tudo deverá voltar a normalidade.

Com caso confirmado de coronavírus, Batayporã suspendeu a flexibilização do horário do comércio. O comércio retornaria nesta segunda-feira (30), no entanto, diante da confirmação do caso foi suspensa pelo prefeito Jorge Takahashi

Portanto, as restrições de funcionamento do comércio local serão mantidas.

Em Aquidauana foi divulgada a reabertura do comércio. O prefeito Odilon Ribeiro defendeu que é preciso a flexibilizada a reabertura do comércio devido à preocupação ainda com as medidas de segurança e higienes necessárias nesse período de enfrentamento à pandemia do Covid-19.

"Continuamos preocupados com a prevenção e pedindo encarecidamente o apoio da população, dos empresários e trabalhadores do comércio para evitarem aglomeração e reforçarem a higienização, pois precisamos evitar e minimizar a propagação do coronavírus em nosso município", afirmou o prefeito Odilon Ribeiro.

Sem caso confirmado do novo coronavírus, equipe da prefeitura de Três Lagoas, que compõe o comitê de enfrentamento da Covid-19, estuda flexibilizar o decreto que restringiu o funcionamento da maioria dos estabelecimentos comerciais da cidade, suspendeu aulas, fechou as repartições públicas, implantou o toque de recolher.

O secretário-geral da prefeitura e presidente do comitê, Cassiano Maia, pontuou que possíveis alterações começaram a ser analisadas nesta quinta-feira (2). Dos 11 casos notificados, nove foram descartados e dois aguardam resultados de exames.

Leia Também

O QUE ACHA? Brasileira gasta 1 milhão em plásticas para parecer com Kourtney Kardashian
Algo mais
O QUE ACHA? Brasileira gasta 1 milhão em plásticas para parecer com Kourtney Kardashian
Vera Fischer encerra contrato com a Globo após 43 anos
Algo mais
Vera Fischer encerra contrato com a Globo após 43 anos
MS registra 65% dos municípios com casos de covid-19 e Aparecida do Taboado entra no ranking
Saúde
MS registra 65% dos municípios com casos de covid-19 e Aparecida do Taboado entra no ranking
ANO PERDIDO? Veja o que pensam deputados de MS sobre cancelar ano letivo
Política
ANO PERDIDO? Veja o que pensam deputados de MS sobre cancelar ano letivo