TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Cidades

Na chuva, advogados reclamam de fila enorme em votação da OAB

Pleito

20 novembro 2015 - 10h45Por Anna Gomes e Mariana Anunciação

Mesmo com a chuva, os advogados foram em peso para a votação da presidência de OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), que acontece nesta sexta-feira (20). Mas a demora e a centralização da eleição têm causado transtornos para os advogados que precisam enfrentar a fila enorme.

Com guarda-chuvas e capas, todos tentam se proteger como podem da chuva que cai nesta manhã em Campo Grande, sem contar o trânsito, que também está congestionado em torno da OAB, localizado na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande, próximo do Parque dos Poderes.

Segundo alguns advogados entrevistados pelo TopMídiaNews, o problema da espera seria resolvido se colocassem urnas para a votação em pontos diferentes da Capital.  Vadeni Fernandes reclama que, além da paciência de ficar aguardando muito tempo, a votação deveria ter iniciado mais cedo - o horário para início do pleito foi 9h.

"Essa ideia de centralizar a votação em apenas um lugar é péssima, sem contar o horário que começou, tinha que ter início por volta das 7h da manhã, temos mais o que fazer", disse a advogada.

O jurista José Maria dos Santos, também apoia o fato de espalhar os pontos de votação. "Daria para espalhar pelos fóruns e distribuir os lugares de votação no Centro, no Parque dos Poderes, acho que renderia muito", sugeriu.

Já Wilian Ramão de Oliveira estava conformado com a "obrigação" de escolher o novo dirigente da OAB. "Estou acostumado a acordar cedo, também acho melhor votar logo no representante da nossa classe. É importante. Meu candidato sempre ganha", disse otimista.

Na urna

(Foto: Geovanni Gomes)

Alguns dos seis candidatos estão na OAB acompanhando o andamento das eleições que se estendem até às 17h de hoje. Líder nas pesquisas, Mansour Karmouche, diz que está com uma expectativa positiva e aguarda ansiosamente o resultado. "Tenho certeza que os advogados entendera nossa mensagem e vão retribuir com votação expressiva", explicou.

O concorrente Jully Heyder da Cunha de Souza também está com o pensamento positivo. "Somos a única oposição e este o momento de mudança", diz otimista.

O então atual presidente e candidato da OAB, Júlio Cesar, também resolveu ir acompanhar a eleição de perto. "Minha expectativa é excelente, tivemos uma receptividade intensa em reconhecimento ao nosso trabalho até agora".