CORUMBÁ 21 A 23/06/21
TCE 21 a 27/06/2021
Menu
terça, 22 de junho de 2021
MEDIDAS RESTRITIVAS 19/06 a 30/06/2021
Cidades

Novo Horizonte do Sul foi o único município de MS que perdeu população em 2013

Estatísticas IBGE

20 novembro 2013 - 20h30Por Redação

Novo Horizonte do Sul, no sudoeste de Mato Grosso do Sul, foi o único município que perdeu população em 2013, conforme a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

No ano de 2012 havia 4.718 habitantes na cidade e este ano são 4.581, ou seja, menos 137 moradores. Criado no ano de 1993, Novo Horizonte do Sul pertencia a cidade de Ivinhema. Sua origem teve início a partir da criação de assentamentos e a vinda de pessoas de diferentes regiões, uma grande maioria de paraguaios. Com a criação de comércio e o desenvolvimento econômico, os moradores decidiram emancipar o assentamento.

 

Veja os municípios brasileiros que perderam população


Ao conferir os dados divulgados pelo IBGE, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) fez uma análise em que mede a estimativa de coeficientes a ser atingido pelo número de população. Foi constatado que quatro municípios do Estado pouco aumentou a faixa populacional em relação a 2012.

 

São eles: Água Clara, que saiu de 13.358 habitantes (coeficiente 0,8) para 13.938 habitantes(coeficiente 1,0); Bela Vista, de 23.395 habitantes (1,2) para 23.888 habitantes (1,4); Ponta Porã, de 80.433 habitantes (2,6) para 83.747 habitantes (2,8); e São Gabriel do Oeste, de 23.016 habitantes (1,2 de coeficiente) para 24.035 habitantes (1,4 de coeficiente).

 

A maior parte dos Municípios do País, 2.148 deles, ou 39%, deve manter a atual população e, por isso, deverão ficar na faixa de coeficiente em que se encontram, segundo a pesquisa.

 

Brasil


Em 2013, 140 Municípios (ou 2,51%) perderam população. De acordo com o IBGE, a população total do Brasil aumentou em 7.086.259 habitantes - passou de 193.976.530 para 201.062.789 pessoas. Esse acréscimo reflete diretamente nas finanças municipais, pois é com base na quantidade de habitantes que o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é calculado e distribuído. Os valores são predeterminados em uma tabela do Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Na primeira estimativa do IBGE (antes da revisão), 447 Municípios teriam aumento de coeficiente e cinco perderiam. Depois dos recursos, houve uma pequena alteração: os Municípios que ganham coeficiente passam a ser 449. Os que perdem se mantiveram em cinco. Em 5.089 não haverá nenhuma mudança nos repasses do FPM.


Fonte: Dourados Agora

Leia Também

Vereador denuncia manobra da prefeitura para 'engordar' ganhos de secretários em Coxim
Interior
Vereador denuncia manobra da prefeitura para 'engordar' ganhos de secretários em Coxim
Jornal esclarece que montagens de serial killer do DF ao lado de Lula são falsas
Geral
Jornal esclarece que montagens de serial killer do DF ao lado de Lula são falsas
Vídeo: Bolsonaro se revolta e manda repórter da Globo calar a boca
Geral
Vídeo: Bolsonaro se revolta e manda repórter da Globo calar a boca
Vídeo: dupla assalta policial e um suspeito é baleado em Ponta Porã
Interior
Vídeo: dupla assalta policial e um suspeito é baleado em Ponta Porã