TCE 27/10 a 29/10
Menu
quarta, 27 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Cidades

Polícia prende casal que sequestrou três pessoas na Capital

Sequestro

25 novembro 2013 - 06h35Por Ana Rita Chagas

As três pessoas que sofreram um sequestro relâmpago na noite do último sábado (23), na BR 262, saída para Três Lagoas conseguiram fugir depois que um homem de 40 anos discutiu com o rapaz que matinha as pessoas em cárcere privado. O crime aconteceu depois que um casal fingiu que seu veículo estava estragado às margens da rodovia e uma das vítimas parou para oferecer ajuda e foi abordado por outros dois rapazes, que aprisionou os três passageiros do veículo. Lúcio Caldeira de Souza, 30 anos, e Michele Dourado Ferreira, 30, grávida de seis meses foram presos na noite de sábado.

Lúcio foi encontrado dentro de um táxi e preso, no Bairro Aero Rancho e Michele foi encontrada dentro do Escort, que ficou estacionado dentro de um posto de gasolina, na Avenida Manoel da Costa Lima. Apenas o casal foi preso e responderão por crime por roubo e cárcere privado.

A ocorrência foi atendida por militares da Rotac (Rondas Táticas e Ações de Choque), do Batalhão de Polícia de Choque. Segundo o boletim policial, o  sequestro tinha como foco o roubo de um carro que foi levado para o Paraguai e vendido por R$ 5 mil. Conforme informações, o crime ocorreu por volta das 15h30 de sábado, quando Lucio e Michele, acompanhados dos dois homens, estacionaram um Escort na BR-262 fingindo que o veículo estava com problemas.

Leia Também

Grave acidente entre carreta e caminhão deixa um morto na BR-262
Polícia
Grave acidente entre carreta e caminhão deixa um morto na BR-262
Com apenas 1 morte, MS registra mais 119 novos casos da covid-19
Cidades
Com apenas 1 morte, MS registra mais 119 novos casos da covid-19
De aniversário, Nova Alvorada do Sul recebe obras de esgotamento sanitário
Cidades
De aniversário, Nova Alvorada do Sul recebe obras de esgotamento sanitário
Ministério Público do Trabalho vai investigar assédio moral no Carrefour de Campo Grande
Campo Grande
Ministério Público do Trabalho vai investigar assédio moral no Carrefour de Campo Grande