(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Professores da UFGD podem entrar em greve no dia 11

Hospital também pode parar

29 OUT 2016
Dourados Agora
08h10min
Foto: Franz Mendes

Os estudantes da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) retornam às aulas na próxima quinta-feira, dia 3, após período de férias, e podem encarar greve na semana seguinte. Há recomendação nacional de paralisação dos professores a partir de 11 de novembro e como várias universidades do país já aderiu, os docentes da UFGD também podem entrar no movimento, contrário a PEC 241, a PEC dos gastos públicos.

Segundo informações do site Dourados Agora, as chances dos professores aceitar a greve é maior porque os técnicos administrativos da UFGD estão de braços cruzados desde segunda-feira. Na tarde desta sexta-feira (28), dia do Servidor Público, dezenas de servidores foram à praça Antônio João num protesto diferenciado. Como forma de confraternizar a categoria e ao mesmo tempo debater sobre as consequências da PEC, foi realizado um piquenique na praça Antônio João.

"Não foi um dia para o servidor público descansar, mas sim de celebrar o seu dia e ao mesmo tempo mostrar para a sociedade que somos contra as propostas do presidente Temer, que só tem a prejudicar não só aos servidores, como também a toda a sociedade", diz Cleiton Almeida, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação das Instituições Federais (Sintef), da UFGD.

Com a volta às aulas, os professores vão se reunir em assembleia para decidir sobre a greve. O professor Fabio Perboni, presidente da Associação dos Docentes da UFGD (Aduf), diz que não há data marcada para reunião, mas que a categoria deve decidir o quanto antes. "O comando nacional sinaliza por greve, agora vamos colocar o assunto em pauta para votação dos docentes da UFGD", anunciou.

No Hospital Universitário, onde pelo menos 30% dos servidores da UFGD atuam, a greve dos técnicos administrativos ainda não alterou na rotina do hospital. No entanto, os servidores já estão se mobilizando para fortalecer a paralisação nos próximos dias, podendo frear a entrada de novos pacientes na unidade

Veja também