TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
segunda, 19 de abril de 2021
Cidades

Projeto de MS para facilitar denúncias de violência doméstica ganha destaque nacional

Programa criado em Mato Grosso do Sul está entre finalistas do Ideathon

03 março 2021 - 16h15Por Diana Christie

Projeto de Mato Grosso do Sul está entre os sete aprovados no Ideathon sobre combate à violência doméstica e familiar, realizado pelo Laboratório de Inovação e Inteligência da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB Lab).

A proposta vencedora foi elaborada pelas juízas Helena Alice Machado Coelho e Jacqueline Machado, com apoio da assistente social judiciária Vanessa Vieira e da analista judiciária Anne Klean Mendes.

Batizado de ‘Protetivas On-line’, o projeto-piloto do Tribunal de Justiça de MS garante às mulheres vítimas de violência doméstica residentes na Capital a possibilidade de pedir medida protetiva pela internet.

O atendimento é voltado para mulheres que, por alguma razão, não podem se dirigir até a Casa da Mulher Brasileira, onde funciona a primeira Vara de Medidas Protetivas do país.

O programa

O Ideathon é uma maratona de ideias para incentivar o desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras para enfrentar a violência contra a mulher no Brasil, na esperança que as propostas ajudem o Poder Judiciário a acolher e atender as vítimas.

A competição foi motivada pelo aumento da violência de gênero durante a pandemia de covid-19, quando as medidas de isolamento social contribuíram para o aumento de casos, com mais dificuldade de acesso aos canais de denúncia.

Para Helena Alice, a classificação foi uma grade conquista, pois o projeto de MS concorreu com várias iniciativas interessantes de outros Estados. “Infelizmente, os números levantados pela Coordenadoria da Mulher de MS nos mostram que a violência contra a mulher, seja ela física, moral, psicológica, sexual ou patrimonial ainda existe e precisamos que as vítimas saibam que não estão sozinhas. Muito feliz com esta conquista”, disse a juíza.

Agora os participantes pré-selecionados vão enviar um vídeo à comissão julgadora para apresentar sua iniciativa e o resultado final será divulgado até 9 de abril.